Solução ajuda empresas na gestão do consumo de energia

O começo do ano está impondo às empresas, sobretudo as pequenas e médias, um controle mais efetivo sobre a forma como o consumo de energia acontece em suas operações. Num cenário em que as tarifas vêm aumentando e muitas empresas ainda têm um encurtamento nas suas receitas, controlar os custos mais do nunca é uma necessidade.

Atenta a essas “dores” das empresas, a HomeCarbon Energy Solutions está disponibilizando ao mercado sua solução Energia das Coisas, que, de forma inédita, poderá ser locado, denominado EDC Flex. A solução funciona da seguinte forma: o monitor de consumo é instalado na empresa – ou andares/seções, ou em equipamento(s) – e envia uma série de parâmetros elétricos para a nuvem, e da nuvem são feitos os processamentos e análises, para que o gestor da operação possa recebê-los na tela do celular ou no computador.

As vantagens em adotar o serviço são várias; a empresa pode, com o monitoramento mensal, ter a certeza se vale a pena trocar da tarifa padrão para a Tarifa Branca (TB) – opção tarifária na qual quem tem menor consumo entre 18 e 22hrs pode reduzir seus gastos em até 15%, dependendo do Estado em que esteja. Por outro lado, se adotar a TB e tiver consumo nessa faixa horária, a conta pode aumentar até 60%.

“Para ter certeza, só medindo”, comenta Rodrigo Lagreca, diretor da empresa. Adicionalmente, os usuários podem ainda avaliar ineficiências em seus equipamentos, a partir do monitoramento em tempo real, readequar suas operações e ainda usufruir das funções de liga e desliga remoto, eliminando o risco de luzes e aparelhos de ar condicionado deixados ligados por esquecimento. Sobre isso, Lagreca destaca “ser um problema recorrente nas empresas, esquecer equipamentos ligados. Mesmo em tempo de pandemia as operações já foram retomadas, e o pessoal só se dá conta que esqueceu equipamentos e salas ligadas às 8hs da manhã seguinte – ou após o final de semana”. O monitoramento Energia das Coisas foi desenvolvido para atender todos os clientes pequeno e médio porte, como mercados, postos de gasolina, lojas de conveniência, pequenas fábricas, açougues, restaurantes, escritórios, consultórios médicos e até mesmo residências que procuram mais gestão e controle dos gastos energéticos.

Autor: canalexecutivoblog

Notícias do mundo corporativo para quem decide

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s