Restaurante Quinta do Olivardo completa uma década com festa portuguesa

Em clima de festa portuguesa, a Quinta do Olivardo celebra no dia 9 de dezembro, às 20h, seu 10° aniversário. E para comemorar uma década de sucesso, a casa prepara uma noite muito especial, em clima português, com o lançamento de um vinho comemorativo e a adição de um novo prato ao cardápio. A quinta é destaque na estrada do vinho de São Roque, a cerca de 60 km de São Paulo.

“O aniversário é nosso e quem ganha o presente é você!” é o lema de comemoração da Quinta do Olivardo, que irá oferecer uma garrafa de vinho comemorativo aos 10 anos para cada reserva realizada. A garrafa será entregue somente no dia da festa. A banda Filhos da Tradição promete divertir o público, combinando o antigo com o atual som de Portugal.

O novo prato que passa a fazer parte do cardápio é o Bacalhau à moda da chefe. Refogada no azeite, a receita que serve duas pessoas, leva o bacalhau em lascas, fundo de alcachofra, catupiry, molho branco, batatas, cebola, cheiro verde, louro, azeitona e alho laminado, e arroz de acompanhamento. Os demais pratos da culinária portuguesa também estarão disponíveis, como sardinha na brasa e a premiada espetada madeirense.

Para adoçar o paladar, os famosos pastéis de Belém, cremosos por dentro e crocantes por fora, chegam sempre quentinhos à mesa, com um aroma inigualável. A fama da iguaria, produzida desde o século XIX em Portugal, atravessou o oceano e hoje é uma das sobremesas mais disputadas no local.

Anúncios

Brasileiros estão otimistas sobre o futuro da comunicação digital

Um em cada três brasileiros está pessimista em relação ao futuro do planeta. É o que revela levantamento inédito sobre Cenários para o Século XXI realizado pela VAGAS.com, empresa líder de soluções para recrutamento e seleção. De acordo com o estudo, 34% dos respondentes acreditam que no futuro o mundo será pior ou muito pior que hoje. Para 48%, será melhor ou muito melhor. Em 6% das respostas foi constatado que o futuro será igual e 12% informaram que não sabem.

O levantamento foi realizado de 27 a 30 de setembro deste ano por meio da base de currículos cadastrados no portal de carreira VAGAS.com.br. A pesquisa contou com 2999 respondentes, sendo 57% homens e 43% mulheres, com idade média de 33 anos, 74% pertencentes à região Sudeste, 51% ocupando cargos operacionais e 59% com nível superior completo ou incompleto.

A pesquisa procurou saber em qual mundo os filhos viverão no futuro. Para entender melhor esse cenário, as respostas foram agrupadas em 12 temas: social, educação, tecnologia, mercado de trabalho, saúde, meio ambiente, família, política, segurança, economia, meios de comunicação e alimentação. Os assuntos que mais receberam respostas foram: social (44%), educação (44%) e tecnologia (43%). Num segundo patamar, mercado de trabalho (39%), saúde (38%), meio ambiente (35%) e família (35%). Já as referências de política (21%), segurança (12%), economia (6%), meios de comunicação (6%) e alimentação (3%) tiveram poucas citações. Em cada tema, houve também a divisão entre referências negativas e positivas. Dos 12 temas avaliados, em sete prevaleceram as menções negativas enquanto nos outros cinco dominaram as positivas.

Veja abaixo o percentual de referências negativas registradas em cada tema e assuntos mais mencionados pelos respondentes a partir da pergunta aberta e sem limitação de tamanho de texto: o meu filho viverá em um mundo:

– Segurança (90%) – mais violento e com falta de segurança

– Economia (85%) – com conflitos econômicos e custo de vida alto

– Política (80%) – com corrupção, falta de ética e políticos não comprometidos

– Meio Ambiente (64%) – com muita destruição ambiental e escassez de recursos naturais

– Social (64%) – individualista e com enorme índice de intolerância

– Mercado de Trabalho (60%) – com desemprego e trabalho escasso, e competitivo

– Saúde (57%) – com sistema de saúde decadente, caro e para poucos

Confira também os tópicos com predomínio de citações positivas e assuntos mais destacados:

– Meios de Comunicação (98%) – com acesso a muito mais informações e de qualquer tipo, avançado em termos de comunicação e digital

– Alimentação (95%) – com boa alimentação, com novas comidas e sem fome

– Tecnologia (76%) – mais tecnológico e novas tecnologias

– Família (73%) – com boa educação familiar

– Educação (53%) – com boa educação e acesso a todo tipo de conhecimento

Fantástica Torta da Maria abre primeira loja licenciada

Fundada em 2010 por Maria José, uma mineira de João Monlevade, que aprendeu com as tias a receita da “melhor torta do mundo”, a Fantástica Torta da Maria inaugurou na última quinta-feira (23), durante um coquetel para jornalistas, amigos e familiares, a primeira loja licenciada da marca.

Com sede e fábrica situados na Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo, a segunda unidade abriu as portas no badalado bairro de Pinheiros (Rua Mourato Coelho, 69) e segue todo o conceito da matriz, com decoração rústica chique e as melhores opções de tortas doces e salgadas, além de bolos, caldos, sucos naturais e muito mais.

Já no próximo mês, a Fantástica Torta da Maria abrirá as portas da sua segunda loja licenciada, desta vez, em Alphaville. Em janeiro, será a vez do bairro de Perdizes receber a marca.

Silvio Campos assume Marketing de Produto da Case IH

A Case IH reformulou a sua gestão com a apresentação de Silvio Campos como responsável pelo Marketing de Produto. Ele vai atuar no desenvolvimento da gama de produtos oferecidos pela montadora na América Latina. Campos está na CNH Industrial há dez anos e seguirá se reportando ao vice-presidente da Case IH para América Latina, Mirco Romagnoli.

Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis (SC), Campos fez mestrado em Economia Industrial e Gestão Internacional, na cidade de Nancy, na França.

Com experiência de mais de uma década no setor automotivo e de máquinas agrícolas, Campos tem desenvoltura em planejamento estratégico e desenvolvimento de novos produtos. O executivo também é reconhecido por sua habilidade em negociações e por amplo conhecimento sobre expansão de negócios em novas áreas e abertura de rede.

A carreira de Campos na CNH Industrial teve início em 2007 na área de Marketing de Produto da Case IH, cargo que ocupou até 2010 em Curitiba (PR). Na sequencia assumiu a Gerência de Negócios da marca, sendo responsável até 2017 pela área comercial de mercados das regiões Sul e Centro-Oeste, bem como do atendimento às Grandes Contas..

Campos vai atuar ao lado de Diogo Melnick, responsável pela área de Marketing Comercial da Case IH.

Renner inaugura sua segunda loja no Uruguai

A Renner, maior varejista de moda do Brasil, inaugura nesta sexta-feira, dia 24 de novembro, sua segunda loja no Uruguai. Localizada no Punta Carretas Shopping, em um dos bairros mais tradicionais da cidade de Montevidéu, a unidade tem uma área total de 2 mil metros quadrados e recebeu um investimento de R$ 9,8 milhões.

“Ficamos felizes com a abertura de nossa primeira operação no país, em setembro, uma loja de rua na esquina das avenidas 18 de Julio e Yaguarón. Agora a chegada ao Punta Carretas representa um novo marco para a empresa: é a nossa primeira loja em um shopping no exterior. Estamos honrados em fazer parte deste empreendimento consolidado na capital uruguaia, tendo a oportunidade de levar a um público ainda maior a proposta de valor da Renner de ser cúmplice da mulher moderna, oferecendo moda em diferentes estilos, com qualidade, preços competitivos e excelência nos serviços prestados, encantando e inovando com sustentabilidade”, afirma o diretor presidente da Lojas Renner, José Galló.

Mais de 50 pessoas compõem a equipe de colaboradores da nova loja da Renner em Montevidéu. A estrutura conta com três andares onde estão distribuídos os diferentes departamentos: feminino, masculino, infantil, moda íntima, acessórios e perfumaria.

“Todas as unidades da Renner são pensadas detalhadamente para encantar os clientes e superar suas expectativas”, diz José Galló. A disposição dos artigos em loja segue o conceito de Lifestyle. Isso significa que as roupas, os calçados e os acessórios refletem diferentes atitudes, interesses e personalidades, e a forma de expor as peças facilita a escolha dos clientes, pois permite que identifiquem claramente o estilo que melhor representa seu jeito de ser e de viver, otimizando o tempo de compra.

O espaço onde a Renner está instalada no Punta Carretas Shopping é uma área de locação nova que foi criada especialmente para receber a varejista brasileira. No andar térreo, a loja possui duas entradas, uma com acesso ao shopping e outra com acesso à rua Victor Soliño.

Lavanderia brasileira quer abrir franquias no exterior em 2018

A Lava e Leva está expandindo as fronteiras do Brasil. A empresa abrirá duas lavanderias no exterior, uma no Paraguai e uma no Equador em 2018.

A rede foi criada desde o início para ser uma franquia inovadora e que oferecesse uma alternativa para a dona de casa que não tem condições de pagar uma empregada doméstica ou diarista e que precisa de uma solução para os cuidados das roupas da família, mas também atende pessoas que moram sozinhas e clientes que querem lavar peças avulsas sem contrato mensal. “Uma vez por semana o cliente leva a roupa e a recebe lavada, seca, passada, dobrada e embalada. É só chegar em casa e colocar no armário”, explica o fundador do negócio.

A franquia oferece inúmeras vantagens para seus clientes. “O preço sai muito mais barato do que contratar uma diarista ou empregada doméstica, sem contar a economia na conta de luz, conta de água, sabão e amaciante”. A faixa de roupas lavadas por mês é de 3 milhões, unindo todas as unidades. A rede tem mais de 330 unidades no Brasil, o investimento inicial é de R$ 40 mil.

Um em cada três brasileiros está pessimista em relação ao futuro

Um em cada três brasileiros está pessimista em relação ao futuro do planeta. É o que revela levantamento inédito sobre Cenários para o Século XXI realizado pela VAGAS.com, empresa de soluções para recrutamento e seleção. De acordo com o estudo, 34% dos respondentes acreditam que no futuro o mundo será pior ou muito pior que hoje. Para 48%, será melhor ou muito melhor. Em 6% das respostas foi constatado que o futuro será igual e 12% informaram que não sabem.

O levantamento foi realizado de 27 a 30 de setembro deste ano por meio da base de currículos cadastrados no portal de carreira VAGAS.com.br. A pesquisa contou com 2999 respondentes, sendo 57% homens e 43% mulheres, com idade média de 33 anos, 74% pertencentes à região Sudeste, 51% ocupando cargos operacionais e 59% com nível superior completo ou incompleto.

A pesquisa procurou saber em qual mundo os filhos viverão no futuro. Para entender melhor esse cenário, as respostas foram agrupadas em 12 temas: social, educação, tecnologia, mercado de trabalho, saúde, meio ambiente, família, política, segurança, economia, meios de comunicação e alimentação. Os assuntos que mais receberam respostas foram: social (44%), educação (44%) e tecnologia (43%). Num segundo patamar, mercado de trabalho (39%), saúde (38%), meio ambiente (35%) e família (35%). Já as referências de política (21%), segurança (12%), economia (6%), meios de comunicação (6%) e alimentação (3%) tiveram poucas citações. Em cada tema, houve também a divisão entre referências negativas e positivas. Dos 12 temas avaliados, em sete prevaleceram as menções negativas enquanto nos outros cinco dominaram as positivas.

Veja abaixo o percentual de referências negativas registradas em cada tema e assuntos mais mencionados pelos respondentes a partir da pergunta aberta e sem limitação de tamanho de texto: o meu filho viverá em um mundo:

– Segurança (90%) – mais violento e com falta de segurança

– Economia (85%) – com conflitos econômicos e custo de vida alto

– Política (80%) – com corrupção, falta de ética e políticos não comprometidos

– Meio Ambiente (64%) – com muita destruição ambiental e escassez de recursos naturais

– Social (64%) – individualista e com enorme índice de intolerância

– Mercado de Trabalho (60%) – com desemprego e trabalho escasso, e competitivo

– Saúde (57%) – com sistema de saúde decadente, caro e para poucos

Confira também os tópicos com predomínio de citações positivas e assuntos mais destacados:

– Meios de Comunicação (98%) – com acesso a muito mais informações e de qualquer tipo, avançado em termos de comunicação e digital

– Alimentação (95%) – com boa alimentação, com novas comidas e sem fome

– Tecnologia (76%) – mais tecnológico e novas tecnologias

– Família (73%) – com boa educação familiar

– Educação (53%) – com boa educação e acesso a todo tipo de conhecimento