AliExpress lança promoção em mais de 200 países

Nos próximos dias 28, 29 e 30 de março, o AliExpress, um dos maiores ecommerces do mundo, comemora seu 8º aniversário com um evento de vendas global: serão mais de 200 milhões de produtos com descontos durante os 3 dias de promoção.

Será uma das maiores experiências de compra da história do AliExpress, que espera ampliar o número de clientes, hoje acima de 100 milhões de pessoas ao redor do mundo, que poderão receber cupons de descontos durante o período da promoção, que vai abranger as mais de 40 categorias do site, entre elas moda, tecnologia, casa e jardim, decoração, entre outras.

O aquecimento para a promoção já começou e até o dia 27 de março, os clientes podem se familiarizar com as negociações, os descontos e deixar seu cadastro em dia para aproveitar os 3 dias de promoção. A partir do dia 27 de março, influencers do mundo todo, inclusive do Brasil, vão contar suas experiências de compra e fazer review de produtos no AliExpress Live, o canal online e ao vivo da AliExpress. Quem estiver ao vivo ainda poderá ganhar brindes e prêmios.

Anúncios

Parceira Smiles e Uber entra em operação

Desde quarta-feira, 21, clientes Smiles ganham uma nova opção para tornar sua viagem mais completa e acessível com milhas. Será possível comprar créditos a partir de R$ 20 para usar na Uber, em todas cidades brasileiras onde a plataforma estiver disponível. O pagamento pode ser em milhas ou em cartão de crédito – neste último caso, o cliente acumula mais milhas. Na estreia, em caráter promocional, cada R$ 1 gasto no cartão com a compra dos créditos vai render 3 milhas Smiles para os clientes, e 4 para quem for assinante Clube Smiles.

“A parceria com a Uber vai ao encontro do nosso objetivo de ser uma plataforma completa de viagem e trazer cada vez mais opções de acúmulo e resgate de milhas para os clientes. A concretização dessa parceria anunciada em dezembro será vantajosa para todos”, diz Carlos Mauad, diretor comercial da Smiles.

“A nossa expectativa é a de que a chegada de meios de pagamento mais modernos, como a Smiles, traga mais e mais adeptos em todo o Brasil, tornando a Uber uma opção melhor para cada vez mais pessoas”, diz Guilherme Telles, diretor-geral da Uber no Brasil.

Webmotors promove hackathon em busca de inovações

Com o tema “Como encantar o cliente”, a Webmotors, principal marca de soluções do segmento automotivo, realiza nova edição de seu Hackathon, dessa vez com time interno e convidados, envolvendo profissionais de todas as áreas da empresa, como forma de integrar equipes multidisciplinares para a entrega de projetos criativos e disruptivos, explorando novas ideias internas. Os profissionais terão a missão de encontrar soluções para melhorar a experiência de seus usuários e inovar no mercado automotivo. O evento acontece durante 24h consecutivas de desenvolvimento e planejamento da estratégia de negócio, iniciando-se no próximo dia 23 e terminando no sábado, dia 24.

Ao todo, serão seis equipes com cinco colaboradores Webmotors e mais um profissional do mercado convidado pelas equipes, que terão a missão de entregar um projeto para a marca, utilizando pilares como inovação, experiência e entrega de valor. Normalmente, os Hackathons focam nos profissionais de tecnologia apenas, mas o da Webmotors tem o objetivo de dar oportunidade para todos os profissionais contribuírem, por isso, a participação de diferentes áreas é tão importante.

“Aqui na empresa incentivamos os nossos profissionais a terem diferentes experiências em todas as áreas de atuação, por isso, sempre observamos que esses tipos de iniciativas encorajam o surgimento de ideias criativas, a inovação, estimula a integração entre as equipes e possibilita que novas soluções saiam do papel”, comenta Luiza Gomide, gerente de recursos Humanos da Webmotors.

Ao final do projeto, as equipes serão avaliadas através de sua estratégia de negócio, desenvolvimento e entrega da solução funcionando. O time que conquistar o primeiro lugar ganhará uma viagem de seis dias para a Europa, e ingressos para o maior evento de tecnologia da Europa, o “Web Summit” (em Lisboa, Portugal). A equipe que conquistar o segundo lugar garante para cada participante um Google Home Mini. Além disso, os dois melhores projetos entrarão no Roadmap de 2018 da Webmotors.

Aivo lança solução com IA para atendimento por voz

Atenta ao contexto de multicanalidade e à demanda por tecnologias que entreguem valor no atendimento ao cliente, a Aivo, lança no Brasil o Voice, assistente virtual operado por voz que conversa com o usuário e soluciona dúvidas de forma ágil e precisa.

A solução da Aivo utiliza tecnologias de reconhecimento de voz (Voice Recognition) para transcrever a fala para texto em tempo real. Também usa outra ferramenta com inteligência artificial desenvolvida pela própria Aivo, o AgentBot, que permite compreender de forma rápida o que o usuário precisa. Com esse aporte tecnológico, os assistentes virtuais do Voice interagem naturalmente com as pessoas, de forma assertiva e objetiva, melhorando o nível de experiência de quem está do outro lado da linha.

A Aivo aposta no Voice ao avaliar que as companhias caminham para diminuir as interações frequentes com seus clientes ao mesmo tempo que em que buscam reduzir os custos com o serviço ao consumidor, implementando novas soluções automatizadas.

Além disso, a companhia identificou que chamadas por voz ainda são prioridade no atendimento ao cliente – para se ter uma noção, mais de 80% das pessoas ainda preferem se comunicar por meio de chamadas telefônicas para resolver alguma dúvida com as empresas, de acordo com pesquisa realizada pela empresa.

A tecnologia do Voice entrega uma resposta imediata ao cliente, sem a necessidade de opções, fluxos pré-determinados e tempo de espera, além de possuir uma capacidade ilimitada de atendimento simultâneo. A solução ainda é capaz de interpretar gírias ou expressões regionais usadas pela pessoa atendida.

Graças à inteligência artificial, a interação entre o Voice e o usuário se transforma em uma conversa natural, tendo sempre como objetivo sanar a dúvida de forma imediata. Dessa forma, a equipe de atendimento pode focar em questões mais complexas na abordagem ao consumidor que o bot sozinho não pode resolver.

Fundada em 2012 na Argentina, a Aivo é especialista no desenvolvimento de softwares com Inteligência Artificial para o atendimento ao cliente. A empresa possui escritórios nos Estados Unidos, México, Colômbia, Argentina e Brasil, além de parceiros no mercado europeu.

Remuneração fixa do primeiro escalão acompanha inflação

A crise não chegou a afetar fortemente os salários de presidentes e diretores executivos. É o que revela o estudo anual de remuneração da Page Executive, unidade de negócios do PageGroup especializada no recrutamento de executivos do alto escalão. De acordo com a pesquisa, houve aumento médio de 3% na remuneração fixa desses executivos em 2017 quando comparado com o ano anterior. Quem puxou essa alta foram os CIOs, com ganho de 5% na remuneração média mensal em relação a 2016. Mesmo com o aumento na remuneração mensal dos executivos, também foi constatado uma queda média de 2,5% no salário total desse mesmo público.

O estudo foi realizado em novembro e dezembro de 2017 contando com a participação de 1.150 executivos do alto escalão que atuam em empresas de diversos setores de pequeno, médio e grande porte em todo o Brasil. A remuneração desses profissionais é classificada de acordo com o porte de faturamento da empresa onde atuam: até R$ 100 milhões, de R$ 100 milhões a R$ 500 milhões, de R$ 500 milhões a R$ 1 bilhão e acima de R$ 1 bilhão.

Segundo Fernando Andraus, diretor executivo para América Latina da Page Executive e Michael Page, o ano de 2017 foi desafiador política e economicamente, afetando a remuneração total dos executivos, mas com o impacto na remuneração negativa concentrado na remuneração variável. “Os salários fixos foram preservados na maior parte dos casos. O impacto negativo foi na remuneração variável, já que uma parte importante das empresas não atingiu seus objetivos. No entanto, manter e atrair executivos continua sendo um tremendo desafio para as empresas, mesmo em situação de crise, diz.

Abaixo os principais destaques da pesquisa:

Presidentes

A remuneração mensal dos presidentes de companhias com faturamento acima de R$ 1 bilhão foi a que mais avançou: aumento médio de 5%. Em contrapartida, os ganhos de CEOs de companhias nacionais com faturamento de até R$ 500 milhões obteve aumento de 2%.

Seguindo a tendência de anos anteriores, os principais executivos nas empresas nacionais continuam com remuneração superior aos presidentes de subsidiárias multinacionais. Esta diferença pode ser explicada pela exposição direta aos acionistas, maior exposição estatutária e necessidade de administrar a estrutura de capital localmente.

Diretores financeiros

Ainda de acordo com os números da pesquisa, executivos financeiros também foram impactados pelo aumento na remuneração mensal. Os CFOs (Chief Financial Officers) de empresas nacionais com faturamento acima de R$ 1 bilhão viram seus rendimentos mensais aumentarem 7% ante 5% de seus pares em multinacionais.

O salário mensal destes mesmos profissionais apresentou alta, seguindo a tendência de outras categorias. Os vencimentos médios mensais de diretores financeiros de empresas nacionais registraram alta de 3,5% e, de seus pares em multinacionais, 3,25%.

“Apesar do cenário desafiador, ainda há um forte processo de evolução na governança corporativa nas empresas médias e um intenso movimento de melhoria de processos e custos. Executivos financeiros com perfil de corte de custos, de boa abertura com bancos e de rolagem e negociação de dívidas, são os mais demandados e propensos a atingir essa remuneração.

Diretores Comerciais

O levantamento da Page Executive também constatou alta na remuneração mensal de diretores comercias: 2,75% para executivos de companhias nacionais e 2,5% para profissionais de multinacionais. O maior aumento, de 5%, foi para diretores de companhias nacionais com faturamento acima de R$ 1 bilhão.

Diretor de Operações

A função de diretor de operações está diretamente relacionada à unidade industrial e ao setor produtivo das companhias, área que foi duramente afetada pela recessão econômica do País. Apesar disso, foi constatado na remuneração média mensal dos profissionais que atuam em empresas com faturamento de até R$ 100 milhões: queda de 3% tanto para representantes de companhias nacionais como de multinacionais. De qualquer forma, o salário médio mensal apresentou alta 4,25% para diretores de operações de companhias nacionais e 3,75% para representantes de multinacionais.

Diretor de Operações

A função de diretor de operações está diretamente relacionada à unidade industrial e ao setor produtivo das companhias, área que foi duramente afetada pela recessão econômica do País. Apesar disso, foi constatado na remuneração média mensal dos profissionais que atuam em empresas com faturamento de até R$ 100 milhões: queda de 3% tanto para representantes de companhias nacionais como de multinacionais. De qualquer forma, o salário médio mensal apresentou alta 4,25% para diretores de operações de companhias nacionais e 3,75% para representantes de multinacionais.

Diretores de RH

A pesquisa da Page Executive revela ainda que diretores de RH que atuam em companhias nacionais com faturamento acima de R$ 1 bilhão foram os únicos a verem seus vencimentos mensais serem reajustados, com acréscimo de 3%. No caso de seus pares em multinacionais, somente aqueles que trabalham em companhias com faturamento de R$ 100 a R$ 500 milhões e acima de R$ 1 bilhão conseguiram aumento no salário médio: alta de 3%.

CIO (Chief Infomation Officer)

O diretor de tecnologia (CIO) conquistou o maior aumento médio na remuneração mensal: ganho de 5% para representantes de companhias multinacionais. Os CIOs de empresas nacionais também obtiveram aumento, mas um pouco menor: 3,5%.

Benefícios

Aumenta número de executivos com seguro D&O

O levantamento da Page Executive avaliou também os principais benefícios dos executivos de alto escalão. O estudo indica que aumentou em três pontos percentuais a quantidade de profissionais cobertos pelo seguro de responsabilidade civil e criminal (D&O), saltando de 63% em 2016 para 66% no ano passado. “Houve uma preocupação maior das empresas em proteger seus principais executivos, especialmente pelo sensível momento e dos escândalos de corrupção que foram levados à tona”, explica Andraus.

Em contrapartida, foi verificada a queda de outros benefícios ofertados ao alto escalão. Neste ano , caiu o número de executivos com stock options (forma de remuneração cujo gestor tem a opção de compra de ações da própria empresa) em relação ao ano anterior: recuou de 44% para 41%. Aqueles que possuem ações RSUs (restricted stock units – quando um executivo ganha efetivamente as ações e não apenas a opção de compra) somaram 25% neste ano contra 26% no estudo de 2016.

Ball produzirá 100% das latas do novo Sprite Ice Mint

Depois de lançado no México e na Holanda, Sprite Ice Mint acaba de chegar ao mercado brasileiro. O lançamento da Coca-Cola Brasil, com menta adicionada em sua receita e zero açúcar, traz ainda mais refrescância para a marca mais vendida da categoria limão. As embalagens em lata (310ml e 350ml) do produto foram 100% produzidas pela Ball, maior fabricante de latas para bebidas do mundo.

Patrícia Paredes é a nova chefe Comercial da Netfarma

A executiva Patrícia Paredes, ex-Cencosud Brasil, assume o cargo de head Comercial da Netfarma. Ela chega à empresa com o desafio de aumentar a receita da companhia de forma sustentável, além de aumentar a fidelização dos clientes e a participação da categoria de medicamentos no e-commerce.

Com 15 anos de experiência no mercado, exercendo cargos de gerência, a executiva passou por empresas como Walmart, Amicci e Cencosud. Paredes é formada em Ciências Contábeis pela UNICAP, com pós-graduação em Administração de Negócios pelo Mackenzie e MBA em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas.