22% das empresas de tecnologia não têm sustentabilidade e Net Zero como foco

São Paulo (SP) – A Schneider Electric, líder global em transformação digital e gerenciamento e automação de energia, anuncia três estudos independentes com foco na compreensão da maturidade das iniciativas de sustentabilidade dentro de empresas de Tecnologia da Informação (TI), data centers e, mais especificamente, apontar o estágio das mesmas em relação a alcançar a visão net zero.

Um dos estudos, em parceria com a 451 Research, apontou que 22% das empresas não abordam as ações sustentáveis como prioridade, embora possam ter ações de eficiência para melhorar áreas específicas de operações.

A pesquisa foi realizada com 1.100 profissionais responsáveis pela área de TI e concluiu, ainda, que 26% das companhias se identificaram como possuidoras de um programa completo de sustentabilidade que engloba toda a infraestrutura. No entanto, apenas 14% estão tomando iniciativas para implementar os programas.

Além da 451 Research, a Schneider Electric fez pesquisas globais com a Forrester e a Canalys, obtendo dados de mais de 3 mil participantes, incluindo os maiores fornecedores de colocation e nuvem, de soluções de TI e profissionais de empresas de diversos segmentos. No geral, os resultados demonstram consistentemente que há discrepância entre onde as empresas consideram que estão evoluindo nesse tema e como, de fato, implementam programas de sustentabilidade em sua infraestrutura.

“Os data centers desempenham um papel crítico na condução da Eletricidade 4.0, que acreditamos ser a chave para mudar a trajetória das mudanças climáticas. Como indústria, temos a responsabilidade de levar adiante nossos compromissos ambientais com extrema urgência. Tivemos um progresso, mas, para evitar um grande desafio de energia, todos os data centers devem ser mais sustentáveis, eficientes, adaptáveis e resilientes”, afirma Pankaj Sharma, vice-presidente executivo da unidade Secure Power da Schneider Electric.

“A pesquisa comprovou que a sustentabilidade precisa ser priorizada pela indústria, mas ainda existem desafios que podem ser superados por meio de um esforço colaborativo. A boa notícia é que a tecnologia para agir em sustentabilidade já existe.”

Autor: canalexecutivoblog

Notícias do mundo corporativo para quem decide

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: