Startup Rupee investe em contabilidade mais transparente

A startup Rupee, plataforma de tecnologia Kanban aplicada à contabilidade, tributário e folha de pagamento – comandada por Guilherme Baumworcel, CEO e fundador da Rupee, nasceu em 2018 com o propósito de revolucionar o mercado e aplicar metodologia ágil nas empresas, democratizar a gestão e acabar com processos burocráticos do setor. A ferramenta consegue prever quais tributos e pagamentos a empresa deve fazer, isso traz mais transparência para o gestor, empresário e usuário de contabilidade

Depois de abrir o próprio escritório de contabilidade, Guilherme encontrou alguns desafios ao gerenciar o time no Rio de Janeiro e em São Paulo e a cartela de clientes da empresa, aproximadamente 200 contas ativas. Com o objetivo de deixar os processos mais dinâmicos, desenhou no excel o algoritmo que deu a origem ao Rupee, mas para concretizar o projeto contratou um time de tecnologia para ajudar a desenvolver a plataforma.

Mas, foi em janeiro de 2018 – após conseguir o primeiro faturamento com o algoritmo – que a startup entrou em operações. Nesse momento, Guilherme Baumworcel contou com dois investidores anjos e um fundo carioca – que realizaram o primeiro aporte na empresa. Com apenas cinco meses em operação, a Rupee atingiu o break even, em maio de 2018, e desde então a empresa vem modificando a forma como as empresas do setor gerenciam suas demandas.

“Quando eu criei a Rupee, o propósito era ajudar as empresas. Queremos deixar mais transparentes os trabalhos de gestão e facilitar o dia a dia das empresas, aplicar a metodologia ágil nas empresas além de otimizar tempo, ajuda na comunicação entre times e no trabalho em equipe.”, comenta Guilherme, CEO e fundador da Rupee.

No início do ano, a empresa criou o próprio fundo de investimento, o “Rupee Venture Capital Fund”, a fim de captar investimentos para dar início ao plano de expansão da startup. Atualmente, a empresa tem operações no Rio de Janeiro, no Brasil; Londres, na Inglaterra; e em Bahamas. Mas, a startup pretende iniciar operações na Argentina, Canadá, Estados Unidos, México e Noruega. Indo na contramão da crise, a empresa cresceu 35% entre os meses de março e maio de 2020 e na comparação com o ano anterior. Em seguida, e de novo indo na contramão da crise, desafiando o status quo, a startup comprou a Wise It, software de gestão especializado em centros de serviços compartilhados, empresa três vezes maior que o Rupee.

Autor: canalexecutivoblog

Notícias do mundo corporativo para quem decide

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: