Morada Logística compra 19 caminhões extrapesados da MAN

A Morada Logística apostou nos extrapesados MAN e adquiriu, de uma só vez, 19 unidades do TGX 29.440. Depois de mais de um ano e milhares de quilômetros rodados por veículo, a empresa faz um balanço positivo da frota. “ Algumas de nossas operações rodam 24 horas por dia, então a confiabilidade do equipamento é um atributo fundamental para nós. Ao longo desse ano de uso, felizmente só temos elogios ao bom desempenho e ao conforto dos TGX”, afirma André Leopoldo, diretor executivo da Morada Logística.

Os equipamentos foram divididos entre o transporte de combustíveis e de suco de laranja. Rodando pelos estados de São Paulo e Paraná, com carretas de até 74 toneladas, os veículos chegam a somar 18 mil quilômetros num só mês, o que reforça a importância da disponibilidade dos equipamentos. “Sempre que precisamos, nas manutenções preventivas, fomos bem atendidos pela rede de concessionárias MAN. Nossos carros não param” diz Leopoldo, que conta com o atendimento da concessionária Marka.

O diretor afirma que o leasing operacional impulsionou a tomada de decisão de investimento da empresa na nova frota. “ Mesmo com a crise, decidimos seguir o cronograma de renovação de frota, mantendo nosso custo operacional competitivo. As condições atraentes e o bom desempenho dos caminhões mostraram-se uma decisão acertada”.

“A linha de extrapesados MAN TGX não para de evoluir, temos como premissa oferecer veículos de ponta e diversificar as formas de aquisição, tanto que fomos pioneiros nessa modalidade” afirma Renato Holler, supervisor de Vendas de Extrapesados da Man Latin America.

Pioneirismo

Criado em parceria com o Banco Volkswagen, o leasing operacional oferece inúmeras vantagens: parcelas mensais fixas até 30% inferiores às do Finame e sem entrada, além de prestações mensais sem correção até o fim do contrato, com duração de 36, 48 e 60 meses de acordo com a necessidade do cliente. Após esse período o cliente não precisa se preocupar com a revenda do usado, já que pode financiar o veículo pelo valor de mercado ou devolvê-lo e contratar um novo leasing. Dessa forma ele pode sempre operar com caminhões novos, melhorando a disponibilidade da frota e os custos operacionais. Trata-se de uma solução completa, que não gera preocupações nem surpresas.

A mensalidade do leasing operacional é considerada como uma despesa de aluguel pelo cliente e o caminhão não faz parte dos seus ativos. Ou seja, a operação não impacta sobre os seus índices financeiros. Além disso, as companhias que operam com regime de lucro real, sobre o qual incide o imposto de renda, podem utilizar o valor integral da parcela para deduzir a base do PIS/COFINS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s