CorreiosPar vai investir em startups

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Correios Participações S/A (CorreiosPar) – subsidiária da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) – fecharam nesta terça-feira (1º) um acordo de cooperação técnica para promover ações conjuntas no âmbito do Programa Nacional de Aceleração de Startups, o Start-Up Brasil. “O acordo fortalece a política de inovação e modernização dos Correios e ajuda no objetivo da empresa de prestar sempre os melhores serviços e, a cada dia, conquistar mais admiração perante a sociedade brasileira”, destacou o ministro Gilberto Kassab, durante a cerimônia de assinatura.

O objetivo da parceria é promover iniciativas conjuntas em empreendedorismo digital, por meio do programa Start-Up Brasil. A CorreiosPar vai investir em empresas de tecnologia, as startups, que desenvolveram produtos e serviços alinhadas aos negócios dos Correios e podem fazer parte de sua cadeia produtiva, como vendas on-line e rastreamento de veículos e mercadorias. O ministério vai ajudar a empresa a selecionar essas startups.

O ministro apontou que os Correios estão mudando a forma de operar, tornando-se, cada vez mais, uma empresa de logística e de transporte. “Temos de mudar também o foco do apoio do ministério, para que os Correios estejam preparados para enfrentar a concorrência e obter melhores resultados em sua operação no Brasil e no mundo.”

O vice-presidente de Administração, Finanças e Controladoria dos Correios, Francisco Esquef, reforçou que o mundo está passando por grandes transformações tecnológicas e, para se manter atual e competitivo, os Correios precisam se adaptar à nova realidade. Segundo ele, esse acordo vem ao encontro do trabalho de renovação da empresa, que inclui ativar parcerias da CorreiosPar com a iniciativa privada. “O programa Start-Up Brasil será um grande parceiro nesse processo, onde buscaremos oferecer cada vez mais produtos e serviços inovadores, alinhados ao novo Correios.”

A expectativa é que o acordo ajude a impulsionar o Start-up Brasil. Com a parceira, a CorreiosPar oferecerá um canal de comercialização de produtos e serviços desenvolvidos pelas empresas de tecnologia. Outra ação prevista é a participação de representantes da CorreiosPar na banca de avaliação de projetos selecionados para o programa. O acordo de cooperação técnica terá vigência de 12 meses, podendo ser prorrogado de comum acordo.

Investimentos

O secretário de Política de Informática, Maximiliano Martinhão, destacou que o programa Start-Up Brasil é inovador e tem como diferencial estabelecer parcerias público-privadas de forma rápida e eficiente, com alto valor agregado, para gerar inovação. Desde a criação do programa, 183 startups já receberam apoio. Ao todo, o governo investiu R$ 34,7 milhões e o setor privado, R$ 103,4 milhões.

Para o diretor-presidente da CorreiosPar, Henrique Dourado, a parceria renderá bons frutos em muito pouco tempo. “É um momento único de quebra de paradigmas, com as oportunidades que surgirão a partir de agora.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s