Brasil terá instrumentos para fomentar mercado de título verde

Rio de Janeiro – A Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançam o Laboratório de Inovação Financeira na próxima quinta-feira, dia 3, durante seminário internacional no Rio de Janeiro que discutirá o mercado de títulos verdes no Brasil e no mundo.

O Laboratório de Inovação Financeira está sendo criado pelas instituições para fomentar o debate e a criação no Brasil de ferramentas financeiras que permitam o avanço do desenvolvimento sustentável.

A iniciativa está sendo concebida como um fórum de discussão intersetorial com a presença de instituições financeiras de desenvolvimento (IFDs), intermediários financeiros privados, investidores, especialistas, reguladores e representantes de setores chave da economia.

O intuito é analisar, desenvolver e propor a criação de instrumentos de investimento e de estruturas financeiras que maximizem a alavancagem do setor privado e que otimizem o uso de fundos doadores.

Estão sendo criados grupos de trabalho coordenados pela CVM e pela ABDE para atuarem em três frentes com os seguintes objetivos:

§ Títulos verdes (Green Bonds): aprofundar o conhecimento sobre esse mercado a nível internacional e desenvolver e avaliar propostas de intervenção no Brasil, tais como desenvolver o mercado nacional de títulos verdes, possíveis instrumentos que possam estimular emissões, e alinhamento do mercado local com as melhores práticas internacionais, entre outros.

§ Finanças verdes: construir diálogo com as instituições que compõem o Sistema Nacional de Fomento (SNF) para originar, avaliar e testar inovações financeiras que apoiem o desenvolvimento sustentável do Brasil sobretudo em setores potencialmente verdes como energia, transporte, agricultura e água.

§ Instrumentos Financeiros e Investimentos de Impacto: identificar o papel que possam tomar as IFDs e as oportunidades de desenvolver o mercado de capitais e instrumentos financeiros para ampliar a oferta investimentos para negócios que promovam os objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) das Nações Unidas. O grupo também considerará os pilares estratégicos, recomendações e iniciativas recomendações da Força-Tarefa Brasileira de Finanças Sociais (FTFS) e possíveis sinergias entre os mecanismos de Finanças Sociais e do SNF.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s