Câmbio brasileiro estava em equilíbrio ao final de junho, diz FGV

As estimativas de desalinhamento cambial brasileiro foram atualizadas até junho de 2017 e confirmam a tendência de desvalorização do câmbio real efetivo que vem acontecendo desde o final do primeiro trimestre deste ano. Apesar da média dos modelos ainda permanecer em território de valorização em relação aos seus fundamentos, o modelo que leva uma gama maior de fundamentos s já aponta para uma desvalorização de aproximadamente 10%. A evolução dos fundamentos e da taxa de câmbio real podem ser vistas no documento abaixo.

Em junho de 2017, em relação aos fundamentos, observamos uma pequena variação negativa da Posição Internacional de Investimentos, diminuindo o saldo negativo desta conta e continuamos a ver o Balanço de Bens e Serviços mantendo a tendência de alta em 2017. Os termos de troca mantiveram-se estáveis e os preços relativos de bens comercializáveis e não-comercializáveis mantiveram a tendência de queda, que vem se desenhando desde o segundo semestre de 2016.

Os dados serão divulgados no site do CEMAP na próxima segunda-feira, dia 31-07.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s