Estoques no varejo ficam estáveis em julho, aponta Fecomércio

A crise política teve impacto limitado no setor de varejo, pelo menos quando se observam os dados dos estoques do comércio. Os números permaneceram praticamente estáveis nos últimos dois meses, mostram dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Após uma alta de 2,7% na passagem de maio para junho, o Índice de Estoques (IE) do comércio varejista na região metropolitana de São Paulo voltou a cair em julho, recuando 2,5% na comparação com junho, e atingindo 105,8 pontos. Este índice, calculado pela entidade desde 2011, capta a percepção dos comerciantes sobre o volume de mercadorias estocadas nas lojas e varia de zero (inadequação total) a 200 pontos (adequação total). A marca dos cem pontos é o limite entre inadequação e adequação.

Apesar da queda na comparação mensal, o índice cresceu 6,6% em relação a julho de 2016. Assim, a proporção de empresários com estoques adequados alcançou 52,8%, mantendo-se acima dos 50% pelo terceiro mês consecutivo, mas ainda abaixo dos 60% a 65% vistos em momentos de boas vendas, de acordo com a FecomercioSP.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s