Exportações brasileiras para árabes crescem no semestre

São Paulo – As exportações do Brasil para os países apresentaram crescimento no primeiro semestre de 2017, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) compilados pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira. De janeiro a junho, a receita com vendas de produtos brasileiros ao mercado árabe somou US$ 6,05 bilhões, um crescimento de 15,54% em relação ao mesmo período de 2016. Esse valor corresponde a 5,62% das exportações totais do País no primeiro semestre do ano.

Os três principais compradores de produtos brasileiros no mundo árabe seguiram a mesma tendência de crescimento. A Arábia Saudita, com aumento de 10,98% em exportações do Brasil, atingiu US$ 1,37 bilhão; em seguida, os Emirados Árabes Unidos, com US$ 1,08 bilhão, cresceram 19,42% e a Argélia que, com US$ 684,70 milhões, teve crescimento de 26,44%.

Já o Egito, 4º destino das exportações brasileiras para os árabes apresentou uma queda de 25,23% em relação ao primeiro semestre de 2016. “A grave situação econômica do Egito é a principal explicação para a queda nas exportações. Desde o início vínhamos observando essa tendência que agora se consolida”, explica o diretor-geral da Câmara Árabe, Michel Alaby.

No período, mais uma vez açúcar e as carnes e minérios ficaram no topo das exportações do Brasil para os países árabes. Juntos, os três itens somam US$ 4,48 bilhões, ou 74% dos US$ 6,05 bilhões exportados entre janeiro a junho deste ano para os árabes. “Ainda que tenhamos observado uma pequena queda nas exportações de carnes (2,73%), em função da operação carne fraca e diminuição das compras pelo Egito, este ainda é um item de extrema importância na balança entre o Brasil e os países da Liga Árabe, totalizando, apenas neste primeiro semestre, US$ 1,77 bilhão, atrás apenas do açúcar, com US$ 2,13 bilhões no período”, analisa Alaby. Os minérios cresceram 132,57% no período, somando US$ 564,52.

“O primeiro semestre deste ano foi um período de muito trabalho para a Câmara Árabe, que trabalho intensamente para ajudar a minimizar o quanto possível o impacto nas exportações brasileiras de carnes para os países árabes”, comenta o presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun. Ele conta que várias missões foram realizadas e, “juntamente com o Ministério da Agricultura e entidades do setor foi possível reverter situações negativas, o que está refletido na queda, considerada pequena diante dos problemas enfrentados este ano”, explica Hannun.

Os sauditas fizeram compras de US$ 1,37 bilhão em produtos brasileiros, os Emirados Árabes Unidos de US$ 1,08 bilhão, a Argélia de US$ 684,70 milhões, Egito de US$ 652,75 milhões, Omã de US$ 376,21 milhões e o Marrocos de US$ 313,33 milhões.

Importações

As importações de produtos do mundo árabe para o Brasil também avançaram no primeiro semestre deste ano, em 26,94%. Os gastos passaram de US$ 2,66 bilhões em 2016 para US$ 3,38 bilhões este ano. Os maiores fornecedores árabes do Brasil foram, por ordem, Argélia, Arábia Saudita, Marrocos, Catar e Kuwait. Quase que a totalidade da pauta foi composta por petróleo e derivados e por fertilizantes.

Sobre

A Câmara de Comércio Árabe-Brasileira representa 22 países árabes, foi fundada em 1952 e tem como missão aproximar comercialmente o Brasil dos países árabes, incrementando intercâmbios culturais e turísticos entre árabes e brasileiros. A entidade oferece diversos serviços de apoio ao comércio bilateral, como certificação de documentos, informações sobre mercados, traduções, eventos e workshops. Disponibiliza, também, o Espaço do Conhecimento Comercial, um centro de referência para pesquisas das relações entre o Brasil e os países árabes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s