Audiência do Now cresce 200% em dois anos, mas mobile ainda é minoria

O Now, serviço de vídeo sob demanda da Net, registrou 900 milhões de streamings nos últimos 12 meses. Esse volume representa um crescimento de 200% nos últimos dois anos, informa o diretor de produtos de vídeo da Claro Brasil, Alessandro Maluf. “Este mês, com as férias e o frio, vamos bater novo recorde”, prevê o executivo, explicando que nessas condições o público costuma ficar mais em casa vendo TV por assinatura.

O Now pode ser acessado através de smartphones e tablets, em um aplicativo para Android e iOS, assim como via site web, em computadores. Estes canais ainda representam uma participação pequena da audiência do serviço. Os dispositivos móveis, junto com os computadores, formam o que a empresa chama de “Now Online”, ou seja, são todos os acessos feitos pela Internet, aqueles que não dependem do decodificador. Smartphones, tablets e computadores respondem hoje por apenas 10% do volume de streamings do Now. A esmagadora maioria, ou 90%, acontece na própria TV do assinante.

Ainda segundo Maluf, 80% do conteúdo consumido no Now é gratuito. São filmes, séries ou programas de TV que fazem parte dos canais da Net. O restante são conteúdos para serem alugados e vistos dentro de 48 horas, como filmes recém-saídos de cartaz no cinema. Ao todo, o Now tem um catálogo de 35 mil conteúdos.

Apesar do crescimento da audiência do serviço de vídeo sob demanda, o executivo discorda da previsão de que a TV por assinatura vai acabar: “Está na moda dizer que a TV por assinatura vai acabar. É verdade que tem muitos serviços de streaming crescendo no Brasil, mas é conteúdo complementar, não substituto”.

Sobre a proposta do governo de regulamentação do mercado de vídeo sob demanda, com o estabelecimento de cotas para produções nacionais e independentes e cobrança do Condecine, Maluf comenta: “Se houver regulamentação que valha para todos, não apenas para TV por assinatura, mas para as OTTs também.”

Download

Está nos planos da Net oferecer em breve a funcionalidade de download de conteúdos do Now para os assinantes assistirem offline em dispositivos móveis. Mas nem todos os conteúdos estarão disponíveis para download em um primeiro momento, por causa de restrições contratuais por parte dos seus produtores. A funcionalidade está sendo chamada de “download to go”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s