Zôdio chega ao Brasil com ERP na nuvem

A Zôdio é a mais nova loja do Grupo ADEO, presente no Brasil desde 1997 com a operação da Leroy Merlin, que abrirá suas portas no último trimestre do ano, na Marginal Tietê, região Oeste de São Paulo. Marca forte na França, com mais de 20 lojas, e duas na Itália, a rede se define como um lugar de inspiração, partilha e de grande interatividade entre loja, fornecedores e consumidores, com mais de 20 mil artigos à venda. É justamente nas características marcantes de criatividade e colaboração dos brasileiros que a varejista está baseando a sua estratégia.

Durante entrevista para VDecision, Giovanni Montoneri, Chief Digital & Innovation Officer da Zôdio no Brasil, destaca que o conceito startup, infraestrutura 100% em nuvem e interação com clientes são passos fundamentais para o futuro das empresas digitais, especialmente no Varejo.

Para suportar os seus processos, a Zôdio fechou contrato com a TOTVS para o fornecimento de tecnologia de gestão para gerir o varejo, com ERP na nuvem e no modelo SaaS, além da novidade em self checkout. O processo de implementação começou em novembro do ano passado e teve a sua primeira fase concluída em apenas três meses.

A previsão é de que até outubro próximo todas as soluções estejam já em operação. “Abriremos a loja no fim do ano, mas já começamos a fazer o contato e compras com os fornecedores, além do recrutamento e treinamento da equipe graças à agilidade conseguida pela rápida implantação. Tudo passa pelo sistema TOTVS”, explica Giovanni Montoneri.

A flexibilidade do ERP na nuvem permite que, após a inauguração, os consultores de cada departamento sejam responsáveis pelas reposições e novos pedidos diretamente no sistema e por garantirem que os produtos, especialmente os de maior procura, de suas sessões estejam sempre disponíveis. Um processo simples e rápido voltado à satisfação do cliente.

A escolha pela desenvolvedora brasileira, de acordo com o executivo, se deu pela confiança na marca e pela parceria desde o início do projeto. “Estamos satisfeitos, pois foi criada uma equipe colaborativa fundamental para implantar tudo o que precisávamos e do jeito que queríamos. Concebemos uma operação simples e ágil desde o início e a tecnologia potencializou nossos planos, desde uma emissão de nota fiscal na ponta até pedidos de compras”, completa.

Entre os diferenciais do projeto, Montoneri destaca o uso de mobilidade para atendimento aos clientes e pontos de self checkouts que serão implementados na loja. A aposta no autoatendimento, em que o próprio consumidor escolhe seus produtos, passa pelo terminal e efetua o pagamento, de forma mais rápida e com menos atrito, é novidade ainda nas lojas brasileiras e reflete uma das tendências mais modernas do varejo em relação à experiência do cliente. Com o tempo, os números desses terminais tendem a aumentar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s