Pollux faz intercâmbio com MIT para desenvolvimento de software de internet industrial

São Paulo – Em linha com seu DNA de inovação, a Pollux – maior empresa de automação brasileira, que está há 20 anos no mercado – anuncia intercâmbio com o Massachusetts Institute of Technology (MIT), universidade americana de Massachusetts, nos Estados Unidos. O objetivo da parceria é o desenvolvimento de um software de Internet Industrial que torna as fábricas mais eficientes e conectadas através de inteligência artificial, análises avançadas, acesso à informações em tempo real e outras tecnologias.

Estudante de Ciência da Computação no MIT, Alexis Vivar ficará dois meses estagiando na Pollux, passando pela unidade Digital da companhia, com acompanhamento do diretor da área, Cédric Craze. A atuação de Alexis, que já possui experiência com inteligência artificial, machine learning e engenharia de software vem para somar à expertise da companhia no desenvolvimento de tecnologia de ponta.

A Pollux é uma empresa que trabalha para aumentar a competitividade da indústria. Suas soluções incorporam conceitos de internet industrial e de Indústria 4.0 para oferecer um padrão diferenciado de eficiência operacional. A Pollux Digital é a mais nova unidade de negócio da companhia, que atua especificamente para a formulação e execução de estratégias de integração entre tecnologias de operação (OT) e tecnologias de informação (IT), formada por profissionais experientes nas duas áreas e parceiros tecnológicos líderes mundiais em suas especialidades.

“A Internet Industrial é a revolução tecnológica que está transformando a manufatura mundial”, afirma o diretor de Desenvolvimento de Negócios da Pollux, Natanael Kaminski. Em linha com essa realidade, a empresa está sempre buscando inovar e estar à frente das principais tecnologias disponíveis mundialmente. “Esta parceria com o MIT, uma das mais respeitadas universidades do mundo, reforça nosso posicionamento e foco em agregar experiência e conhecimento para oferecer para a indústria tecnologia de ponta dentro da área de Internet Industrial”, afirma o executivo, que também é ex-aluno da Instituição.

Para Alexis Vivar, o intercâmbio permite que ele coloque em prática os conhecimentos obtidos no MIT para o desenvolvimento das tecnologias da Pollux. “Comunicação entre servidores, algoritmos avançados e coleta de dados são algumas das inteligências que estamos usando no projeto da Pollux. Estou aprendendo muito também, e essa experiência está superando minhas expectativas. Espero contribuir com a Pollux nesta jornada de inovação em tecnologia industrial”, comenta o estudante

De acordo com a diretora do Programa MIT-Brazil, Rosabelli Coelho-Keyssar, a parceria com a Pollux é muito relevante para a instituição. “As melhores empresas para o programa de estágio do Massachusetts Institute of Technology no Brasil são aquelas como a Pollux, onde os meus alunos podem fazer contribuições enquanto aprendem com colegas e supervisores brasileiros”, comenta.

A Pollux já realizou parcerias com outras instituições de ensino internacionais, tais como Boston University, Arizona State University, Ateneo de Manila Universit, dos Estados Unidos, entre outras, incluindo o próprio MIT.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s