Ex-dentista investe em negócio inovador e fatura milhões

Apesar de ter estudado odontologia, o jovem paulista Daniel Olszewer não se identificava com um consultório. Ele sempre acreditou na liberdade de ir e vir, e foi exatamente esse senso de emancipação que fez com que ele apostasse em uma ideia oposta à sua formação.

Em 2014, ano de Copa do Mundo no país e eleições presidenciais, Daniel criou a Coworking 1108. Neste primeiro momento, a ideia era apenas salas de reuniões e estações de trabalho para profissionais em geral. O empreendedor enfrentou muitas dificuldades por ter começado a empresa em um ano que envolvia dois megaeventos no Brasil.

O Coworking 1108 foi criado para advogados, a ideia era que esse público adotasse o espaço para reuniões e trabalhos, inclusive o nome é uma homenagem ao Dia do Advogado, 11 de agosto, entretanto não teve tanta capilaridade com esse público no início.

Foi neste “erro” de público-alvo que o ex-dentista conseguiu expandir a sua mente e ampliar a oferta de serviços. Além das salas físicas, estações de trabalho e salas de reunião, pensou em expandir o negócio e oferecer um modelo de escritório inovador, diferente de tudo que existe no país.

Ao invés de segmentar um público para sua empresa, ele fez o trabalho inverso e segmentou a própria empresa. Com o viés de independência que ele tanto acredita, Daniel criou os escritórios virtuais 100% online, ou seja, contratação e assinatura do plano sem a necessidade de contato telefônico ou e-mail. Pioneiro no segmento, o empresário disponibiliza serviços para empresas que estejam em qualquer lugar do país. Por exemplo: há empresas com sede no Acre que têm endereços em São Paulo devido ao Coworking 1108. Isso gera aumento de clientes para esses empreendedores e concomitantemente lucro.

A solução oferece o endereço físico para o escritório, ou seja, o empresário tem no seu cartão de visita um endereço/local de fácil acesso em termos de negócios, entre outras vantagens, mas ele não precisa ficar no local. Isso é o escritório virtual. Um negócio que facilita a vida de outras pessoas, porém sem a burocracia que envolve o aluguel de um lugar.

“Com este novo mercado para o setor de coworkings, o profissional consegue captar clientes em todo o país e até mesmo passar mais credibilidade em seu negócio. Além disso, a contratação do serviço é feita totalmente de forma online, com um valor simbólico nos pacotes que se adaptarem melhor ao modelo de negócio do contratante”, completa o empresário.

Ao ampliar a oferta do Coworking 1108, Daniel deu um “boom” no negócio: já são três sedes, mais de 500 clientes. Além disso, o negócio vai de “vento em popa”, pois as salas físicas têm lista de espera. Daniel faturou mais de 2 milhões de reais e a expectativa até o final do ano (2017) é aumentar em 10% a margem de lucro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s