Empresário supera privações na juventude e vira sócio de franquia

A trajetória profissional de Paulo Yossimi, sócio da Mineiro Delivery, está interligada com os desafios que enfrentou em sua vida pessoal. Quando tinha 16 anos, um ano após o falecimento de seu pai, a mãe decidiu ir morar no Japão. Sem maiores explicações, ela deixou para trás Yossimi e seu irmão mais novo, de 14 anos. Os irmãos se viram então sozinhos em Araraquara (SP), sem parentes ou amigos próximos, e precisaram aprender, de uma hora para outra, a lavar, passar, cozinhar e cuidar da casa, além de trabalhar para garantir o sustento.

Essa adaptação não foi fácil. “Nessa época, a luz de casa foi cortada diversas vezes”, conta Yossimi. Vem daí sua primeira experiência com administração financeira, aprendida na prática. “Eu e meu irmão dividíamos miojo e chegamos a brigar feio por conta disso – enjoei de um jeito que não consigo mais comer miojo até hoje”.

Com ajuda do patrão de uma loja de esportes em que ele o irmão trabalhavam, Yossimi começou a cursar Direito. Em um dos episódios mais marcantes de sua trajetória, ele relembra um dia em que chegou da faculdade por volta das 23h e encontrou no armário apenas um pão de leite. “Meu irmão perguntou se eu estava com fome. E eu estava, mas disse que não porque eu sabia que ele também estava com fome. Jurei para mim mesmo que isso nunca mais iria acontecer”.

Yossimi começou a fazer bicos em festas e a trabalhar com eventos e shows. Ele chegou a trabalhar com uma dupla sertaneja e também em uma emissora de rádio, e abriu sua primeira empresa na área de eventos. Por conta do trabalho, parou a faculdade no quarto ano. “Sou igual ao Steve Jobs nesse quesito”, brinca.

A ideia de franquear o Mineiro Delivery veio de um hábito cotidiano. Cliente assíduo, Yossimi almoçava no restaurante pelo menos quatro vezes por semana, e teve a ideia de franquear o modelo. A sugestão foi feita para os irmãos e fundadores do restaurante, Gabriel e Marlon Ventura, e em apenas seis meses (o segundo semestre de 2015) a marca abriu 10 lojas e faturou R$ 4 milhões. Crescendo a uma velocidade de 8x, a rede estima fechar 2016 com faturamento de R$ 7 milhões e 80 contratos fechados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s