Brasil é o segundo país mais afetado por chamadas spam, revela pesquisa

São Paulo – A Truecaller, um dos apps de comunicação líder no mundo, revelou dados de um relatório especial que identificou os países que são mais afetados pelas chamadas de spam. Ligações indesejadas e não solicitadas estão em ascensão em todo o mundo, como informa o relatório “Truecaller Insights: Top 20 de Países Afetados por Chamadas Spam em 2017”, detalhando que o Brasil se posiciona em segundo lugar neste tipo de situação – ao lado dos Estados Unidos. O brasileiro recebe, em média, 20,7 ligações, no mês.

No Brasil há uma enorme variedade de categorias de chamadas spam. As operadoras de telefonia lideram este quesito em 33%. Normalmente, essas empresas procuram oferecer ofertas especiais de uso de dados ou chamadas ilimitadas. O segundo maior “spammer” no Brasil são os cobradores de dívidas, que compõem 24% da lista – vale uma observação que aí estão incluídos os fraudadores, visando pedir dinheiro por motivos ilegítimos.

Outro grande problema que os brasileiros enfrentam são as chamadas inoportunas, que representam 21%. Estas são geralmente as chamadas não desejadas e não solicitadas que se tornam uma perturbação aos usuários, ou até trotes e, na pior das hipóteses, assédio e falso sequestro. Muitas dessas chamadas são aquelas feitas por várias empresas por meio de seu telemarketing e promoções, que somam 12% do total de chamadas de spam relatadas.

Maneiras de combater spammers

No estado de São Paulo, desde abril de 2009, é possível cadastrar o telefone (fixo ou móvel) para não receber ligações telefônicas de ofertas de produtos e serviços. O cadastro é feito no site do Procon e, após 30 dias, o usuário só pode receber chamadas de entidades filantrópicas, empresas de cobrança ou as que tenham sua autorização por escrito, além de pessoas físicas. Aquelas que desrespeitarem a Lei 13.226/08, de Bloqueio do Recebimento de Ligações de Telemarketing, podem ter de pagar multa. Outros estados possuem normas semelhantes. Apesar disso, muitas companhias não seguem essa orientação.

Além disso, mais de 250 milhões de pessoas em todo o mundo estão usando aplicativos como Truecaller, que oferece identificador de chamadas para assim descobrir quem está ligando – mesmo se o número não estiver armazenado em sua agenda. O aplicativo também permite aos usuários bloquear chamadas, bem como mensagens SMSs, e relatar os spammers, permitindo à comunidade de usuários que também os evite.

O relatório da Truecaller pode ser encontrado na íntegra aqui: https://blog.truecaller.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s