Quatro vantagens que uma fintech pode trazer ao seu negócio

Controlar as finanças de modo proativo e facilitado é o sonho de qualquer negócio. Entre processos burocráticos e dificuldade de acesso a determinados serviços, muitos empreendedores brasileiros estão optando por soluções das fintechs, que desenvolvem sistemas que visam facilitar a gestão financeira. Só no último ano, esse segmento cresceu quase 80% no Brasil, segundo pesquisa da FintechLab.

Para o CEO da PagueVeloz, José Henrique Kracik da Silva, a facilidade de criação de contas e a agilidade nas transações são questões fundamentais para o sucesso do setor. “Nós começamos a atuar em 2013 com um sistema de serviços financeiros que permite, por exemplo, o pagamento parcelado via cartão, emissão e gerenciamento de boletos e simulação de vendas parceladas. Tudo isso de forma online, em telas bastante intuitivas. Conquistamos, principalmente, micro e pequenas empresas, que buscam taxas reduzidas e praticidade no controle de suas finanças”, diz. Ele lista quatro vantagens que uma fintech pode trazer para as empresas brasileiras:

1 – Facilidade X segurança das informações: segundo José Henrique, uma das principais preocupações das empresas em relação às fintechs é a segurança que esses negócios podem oferecer. “Não nos preocupamos apenas em desenvolver um sistema seguro, mas também garantir que as aplicações estejam em conformidade com as regras do Banco Central”, explica. Para criar uma conta é necessário realizar um cadastro de usuário e senha. Os dados de determinada empresa ou pessoa só podem ser acessados com estas informações.

2 – Taxas e fidelidade: além de acessar de qualquer local, via web e aplicativo de smartphone, soluções como a da PagueVeloz também permitem a consulta de todas as taxas antes da realização da transação. “O cliente não precisa permanecer com a gente, ele cria a conta quando quiser e não paga nenhum valor mensal para manutenção do seu cadastro. Se não quiser movimentar durante um período, não tem prejuízo. Esse é um diferencial, por exemplo, em relação às contas bancárias tradicionais”, avalia o CEO da startup.

3 – Menos do mais do mesmo: para se diferenciar, as fintechs tem como mote a inovação. “A PagueVeloz foi a primeira startup brasileira a lançar aplicativo com comando de voz para realização de transferências. A gente está sempre em busca de novidades que facilitem a rotina do usuário. Sabemos que ele geralmente alia a função de financeiro com outros trabalhos, principalmente em micro empresas. Ser diferente é fundamental para atrair esse público”, destaca o empresário.

4 – Agilidade nas transações: em até 24 horas, o saldo de um recebimento via cartão já está na conta da empresa. E o valor pode ser utilizado na própria plataforma, para pagamento de débitos, como a conta de luz. “Muitas transações de instituições financeiras tradicionais ainda levam dois ou três dias para serem efetivadas. No nosso caso, antecipamos o valor de uma venda via cartão, para que o empreendedor tenha esse saldo à disposição o quanto antes, podendo investir e fazer o seu negócio girar. Uma transação feita pela manhã pode garantir dinheiro na conta no mesmo dia”, conclui José Henrique.

A PagueVeloz pretende aumentar em 500% o número de clientes e em 700% o volume de transações até o fim de 2017. Atualmente, são mais de 4 mil usuários na plataforma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s