Empresa lança robô advogado desenvolvido no Brasil

A Tikal Tech é uma empresa de tecnologia especializada em soluções para o segmento jurídico. Fundada em 2015, já desenvolveu duas plataformas voltadas para profissionais e uma para a pessoa física que, juntas, somam mais de 170 mil usuários. A próxima colaboração com o movimento disruptivo das LegalTechs é o lançamento do ELI, o primeiro robô advogado do Brasil.

ELI é a sigla em inglês para Enhanced Legal Inteligence ou Inteligência Legal Melhorada, na tradução livre. Um nome que representa tanto o perfil da Tikal, que une o amplo background jurídico e de tecnologia de seus fundadores a favor da evolução da área, quanto a missão do próprio robô, criado para dar maior produtividade e escala aos advogados. Um assistente personalizado, dedicado a otimizar processos e garantir ao profissional tempo para atenção ao cliente e dedicação ao trabalho intelectual, ativos valiosos e que não podem ser automatizados.

Operacionalmente, o ELI pode ajudar com a coleta de dados, geração e organização de documentos, execução de cálculos, formatação de petições, interpretação de decisões judiciais, auxiliando a escolha de modelos aplicáveis aos casos e uma série de outras ações repetitivas.

Em outra ponta, a capacidade de análise de uma grande quantidade de dados, de forma precisa e em questão de segundos, permite ao advogado o aumento da escala de atendimento, agilidade na tomada de decisões e preços justos sem sacrificar a qualidade.

A desenvolvedora reconhece que há outras plataformas jurídicas no Brasil, mas diz que o ELI é o primeiro robô-assistente. Pensado para ser o alter ego do advogado, programado por ele para ser perfeito para ele ou para seu escritório. Com habilidades específicas de autosserviço jurídico, acompanhamento de carteiras e rotina de processos, assessoria em colaborações (união de advogados com diferentes especialidades), relatórios inteligentes (analíticos e não apenas descritivos), e atendimento automatizado, que possibilita a programação de respostas aos clientes na forma de chatbot.

O ELI segue o exemplo de outros sistemas inteligentes no mundo, como o ROSS, robô da Baker & Hostetler, uma das maiores bancas de advocacia dos EUA. Ele ainda não atua em tribunais, mas opera como fonte inesgotável de informações, com capacidade de processar 500 gigabytes, ou um milhão de livros, em apenas um segundo. E, também, o robô LISA, desenvolvido para a automatização de documentos de confidencialidade na Inglaterra, mas com tecnologia genuinamente brasileira desenvolvida em parceria com a Tikal Tech.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s