Cresce o número de crediários honrados entre consumidores da geração Y

A geração Y, que compreende jovens de 21 a 30 anos, aumentou o índice de pagamentos honrados e registrou total de 78,86% na Pesquisa Nacional sobre Liquidação de Crediário, estudo realizado mensalmente pela MultiCrédito. O levantamento constatou que, mesmo no mês marcado pelo Dia das Mães, quando os gastos costumam aumentar em busca do presente ideal, os jovens consumidores mantiveram suas compras no valor médio de R$ 313, e elevaram o índice de pagamentos honrados em crediário em 0,47%. O meio de pagamento é um dos mais antigos do País e tem voltado a ser ótimo aliado do consumidor, principalmente daquele que está com dificuldade de conseguir acesso ao crédito.

Ainda segundo dados da pesquisa, na classificação por gênero, as mulheres se destacaram, com registro de 84,06% dos pagamentos honrados em crediário e tíquete médio de R$ 390.

Índices mensais de utilização do crediário por região

Centro-Oeste

Os homens da Região Centro-Oeste registraram crescimento de 1,32% no índice dos pagamentos de crediário quitados em maio, e lideram a pesquisa por gênero, com 87,80% – ante 86,65% em abril. Vale destacar que, mesmo com o tíquete médio mais alto que no mês passado, os consumidores com mais de 60 anos também conseguiram elevar o índice de pagamentos honrados em 1,84% e realizaram compras de, em média, R$ 605.

Nordeste

No Nordeste, as mulheres lideraram o índice de pagamentos honrados em relação aos números de abril, e o valor médio gasto foi de R$ 567. Paralelamente, os consumidores maiores de 60 anos são os mais responsáveis, e registraram 88,10% dos pagamentos em dia, seguidos pelos que têm entre 51 e 60, com 83,06%, e, em terceiro lugar, aqueles com idade entre 41 e 50 anos, com 82,27%.

Norte

Os consumidores de 21 a 30 anos da Região Norte chamaram atenção ao reduzir o índice de inadimplência em 28,83% em relação ao apurado em abril – a região obteve um total de 12,12% de consumidores descumpridores, ante 17,03% no período anterior. Na pesquisa por estado civil, os solteiros e viúvos também se destacaram ao elevar o número de parcelas em dia em relação ao apurado no levantamento de abril. O primeiro grupo obteve 87,17%, o que corresponde a 2,12% a mais; já o segundo registrou alta de 4,25%.

Sudeste

No Sudeste, os consumidores da geração Z são os que detêm o maior índice de inadimplência, mesmo sendo os segundos na lista dos que menos gastaram em maio – com tíquete médio de R$ 220.

Sul

Os consumidores solteiros e os que estão em união estável foram os responsáveis por elevar o índice de pagamentos honrados em crediário na Região Sul. Os solteiros registraram índice de 82,79%, com gastos de em média R$ 499, e os que se encontram em união estável alcançaram 78,96%, com tíquete médio de R$ 411. O índice geral da região teve aumento de 0,06%, e as mulheres continuam liderando na pesquisa por gênero.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s