Para 73%, conhecer score do parceiro ajuda no planejamento financeiro do casal

Apesar do interesse pelas informações sobre a pontuação de crédito do parceiro, a maioria dos entrevistados acredita que o score não tem relação com a compatibilidade entre os casais

9 de junho de 2017 – Você gostaria de conhecer o score (pontuação) de crédito do seu parceiro ou saber se há compatibilidade ou semelhança entre essas pontuações? Caso a sua resposta seja afirmativa, saiba que não é o único. Em pesquisa inédita feita para o Dia dos Namorados, com mais de 1.200 consumidores de todo o Brasil, a Boa Vista SCPC constatou que 56% dos namorados demonstram interesse em conhecer o score da pessoa com quem namora. E para 73%, saber sobre o score da pessoa amada ajudaria no planejamento financeiro do casal.

A pesquisa da Boa Vista também identificou que, no geral, 60% dos entrevistados já ouviram falar em score. E entre os casados ou em união estável, o conhecimento é maior (57%) contra àqueles que namoram e são solteiros (52%). Na classe AB, o conhecimento sobre o tema é superior (79%) comparado às demais classes.

De total de entrevistados, 68% dos consumidores (namorados) concordam totalmente sobre a importância de se conhecer o score para, de posse desta informação, buscar crédito, seja ao fazer compras, seja para pedir empréstimo, seja para contratar financiamentos. Esta percepção é similar entre os já casados e aqueles que namoram, mas ainda são solteiros e não moram juntos.

Quando o assunto é situação financeira, 94% dos namorados, sejam eles casados ou não, declaram que falar abertamente sobre a situação financeira ajuda a manter um relacionamento saudável.

A sondagem da Boa Vista SCPC também identificou que 45% dos consumidores (namorados) poupam para alcançar objetivos em comum. Esse percentual aumenta para 67% entre os “namorados” casados, que moram juntos ou têm união estável – demonstrando maior preocupação com o tema. Na classe DE o percentual daqueles que não costumam poupar para alcançar objetivos comuns do casal é maior quando comparado aos das demais classes, com 59% das menções, contra 51% da classe C e 33% da classe AB.

De modo geral, a pesquisa constatou que mesmo concordando totalmente ser importante conhecer o “próprio” score para saber a capacidade de crédito (68%), e afirmando que gostariam de conhecer o score do parceiro com a intenção de melhorar o planejamento financeiro (73%), há uma percepção de que o score não é um fator determinante na escolha do pretendente ou para a manutenção do relacionamento, já que 60% não consideram, apesar de todas as afirmativas anteriores, um indicativo, na prática, de compatibilidade. Entre os namorados “solteiros” este percentual é de 61%, contra 57% dos casados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s