Com investimento pesado, Bob’s vai inaugurar lojas 100% digitais em 2017

A rede de restaurantes fast-food Bob’s vai investir este ano R$ 225 milhões entre tecnologia, mudanças na comunicação visual, arquitetura, branding e para a inauguração das primeiras lojas 100% digitais do país. A medida faz parte da reformulação da oferta da companhia e visa atingir o público das Gerações Y e Z, mais jovens.

O diretor geral do Bob’s, Marcelo Farrel, afirmou que o modelo de fast-food tradicional e padronizado vem perdendo espaço rapidamente para o consumidor moderno, visto que este quer escolher e participar mais ativamente do pedido. “A internet e os aplicativos fizeram com que o varejo tivesse uma transformação, principalmente por conta do comportamento do consumidor”, diz.

Pensando nisso, o novo projeto irá permitir que o consumidor participe diretamente da criação do seu próprio sanduíche, escolhendo os ingredientes, o tamanho, os acompanhamentos, a bebida e a sobremesa. Além disso, com terminais de autoatendimento ou através do aplicativo, os consumidores poderão realizar todos os pedidos de forma 100% digital, ou seja, sem a necessidade de caixas.

“Vamos deixar de operar com um cardápio padrão para trabalhar com o uso de tecnologia, em que o consumidor utiliza um totem de autoatendimento e monta o seu sanduíche com todos os ingredientes desejados. O pedido é então concluído, pode ser pago no débito, crédito ou vale refeição, e automaticamente uma comanda é impressa na cozinha. Depois, uma senha avisa o cliente quando for para retirar o produto”, explica.

A expectativa é de que as mudanças aumentem o lucro da empresa, visto que o ambiente será mais atrativo e trará um consumidor com maior aderência à linha premium –linha de sanduíches artesanais lançada no final do ano passado. “O fato de permitir a customização do produto faz com que o cliente fique mais à vontade para construir o pedido, o que aumenta o valor médio de compra”, diz Farrel. E completa: “A tendência é que a venda caminhe ainda mais para a linha premium”.

A total digitalização dos pedidos faz parte de uma segunda fase do projeto do Bob’s, lançado em 2014 e que desde então caminha para a sua implantação. De acordo com Farrel, a adoção de novas tecnologias tem como objetivo atender às demandas do consumidor moderno, permitindo a personalização dos produtos e uma maior agilidade na entrega do produto.

Com relação à mão de obra, o executivo explica que apesar da saída dos caixas, a maior participação de tecnologia no processo produtivo aumenta a complexidade da operação, fazendo com que esta tenha que ser neutralizada com um número maior de funcionários dentro da cozinha.

Atualmente a rede possui mais de 1.100 unidades distribuídas pelo país, e cerca de 30% dos pontos de venda já estão caminhando para o novo modelo. Segundo Farrel, a expectativa é de que até o final do ano, 50% das redes sejam atualizadas e que até 2020, toda a rede esteja modernizada. “Esse ano será de muito trabalho e investimento para promover a transformação da rede na comunicação, no marketing e no suporte estrutural”, diz.

A primeira loja 100% digital da rede já está aberta no Barra Shopping, no Rio de Janeiro, e de acordo com Farrel, a segunda neste modelo de nova oferta deve ser inaugurada ainda neste mês, em São Paulo, na unidade da Avenida Paulista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s