Apenas 4% dos candidatos são aproveitados nos processos de seleção na área de Saúde

São Paulo – A Escola de Saúde, empresa da Affero Lab, empresa de educação corporativa, divulga os resultados da pesquisa Atração e Seleção de Talentos na Área de Saúde, com foco nos processos seletivos e tempo de prontidão para operação. O estudo foi realizado em parceria com a consultoria DibAloe Projetos RH no início deste ano e contou com a participação de 16 instituições, sendo 12 hospitais, dois serviços de medicina diagnóstica e duas empresas prestadoras de serviços de Saúde. O intuito do estudo consiste em traçar um perfil do processo de atração e seleção de talentos e integração dos profissionais da área de Enfermagem e equipes de atendimento das principais instituições brasileiras do setor.

A pesquisa revela que, de todos os profissionais que se candidatam às vagas de enfermagem e técnica em enfermagem, apenas 4% acabam assumindo efetivamente o cargo e permanecendo durante o período de experiência. Além disso, considerando todo o processo de seleção, admissão, integração e treinamentos – o tempo de prontidão para operação –, o turnover de profissionais é elevado. “A pesquisa deixa claro que o turnover durante o período de experiência, até três meses após a admissão, é de 10% na média, um número muito alto se levarmos em conta o tempo e os custos empreendidos com todo o processo, considerando que um profissional da área leva cerca de 6 meses para ficar pronto”, explica Fábio Barcellos, sócio fundador da Affero Lab.

“Na pesquisa percebe-se que a maioria das organizações não calcula os custos de prontidão para operação, ou seja, custos que vão desde a disponibilidade da vaga até seu preenchimento efetivo, passando pelo período de treinamento”, afirma Barcellos. Este tempo de prontidão dura, em média, 65 dias para cargos de enfermagem e 40 dias para as áreas de atendimento. Para o sócio da Affero Lab, é fundamental considerar a importância desse profissional, uma vez que eles são a linha de frente no cuidado diário cA?om o paciente, e que ele bem treinado e integrado é diretamente proporcional à satisfação do cliente.

Outro ponto de destaque no estudo diz respeito aos principais gaps na qualificação dos profissionais que chegam aos processos seletivos. O principal deles, citado por 100% dos entrevistados, consiste na falta de conhecimentos básicos em enfermagem – cálculo de medicamentos e prevenção e controle de IRAS – infecções relacionadas à assistência à saúde – foram alguns fatores mais críticos mencionados. Falta de postura profissional, comportamental e falta de conhecimentos técnicos e práticos por especialidade foram mencionados por 44% dos entrevistados.

“As instituições, muitas vezes, acabam diminuindo o nível de exigência ideal para aprovação dos candidatos no processo seletivo porque correm o risco de não preencherem as vagas. Como consequência, a própria organização toma para si a responsabilidade de treinar e desenvolver o profissional ”, afirma a consultora Ana Paula Dib Aloe, responsável pela pesquisa.

Para Barcellos, a pesquisa representa um importante instrumento na avaliação de projetos de educação corporativa e na análise de maneiras de contribuir com o processo seletivo de instituições na área de Saúde, reduzindo o tempo de prontidão e eliminando os custos com processos seletivos.

Os resultados da pesquisa são referentes às vagas de nível técnico (formação técnica) e profissional (graduação) para enfermagem e atendimento, sendo que no atendimento às vezes também podem ser vagas operacionais (que não exigem curso técnico específico ou graduação concluídos – em geral cursando). As posições de liderança de enfermagem ou de atendimento não foram pesquisadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s