Styliff: app de gestão de uniformes chega ao Brasil

O uniforme de um funcionário pode servir como uma ferramenta para o monitoramento da sua saúde. A partir das suas medidas é possível calcular o nível de obesidade da pessoa e a probabilidade de ela desenvolver doenças crônicas, como diabetes, problemas cardiovasculares e hipertensão.

Se forem analisadas em conjunto as medidas dos uniformes de todos os empregados de uma companhia, é possível produzir um raio-x do risco de saúde da sua força de trabalho, o que ajuda na elaboração de programas corporativos de bem-estar, para melhorar a qualidade de vida dos funcionários, alocando mais recursos e dando mais atenção àqueles departamentos com maior incidência de obesidade. Os dados também interessam ao setor de seguros, que pode calcular com mais precisão o valor do seguro saúde corporativo.

Tudo isso foi entendido pela start-up Styliff. Sedida nos EUA e com capital brasileiro, a empresa nasceu com um aplicativo para o mundo da moda, auxiliando os consumidores a tomarem as medidas do seu corpo a partir de fotos para poderem comprar roupas na Internet com mais certeza de que lhes vestiriam bem.

Depois, a empresa foi procurada por uma gigante do varejo europeu, a Lidl, interessada em usar a ferramenta para otimizar a fabricação dos uniformes dos seus funcionários: a empresa gasta 50 milhões de euros por ano com uniformes, mas perde cerca de 8% por conta da imprecisão nas medidas dos corpos dos empregados.

O Styliff então foi adaptado para a Lidl, ajudando seus empregados e informarem medidas básicas, como peso, altura, busto, cintura, quadril e entrepernas. O case foi bem-sucedido e passou a ser oferecido para outras companhias que precisam gerir uma grande quantidade de uniformes.

“Descobrimos que nenhuma empresa tem um gerenciamento efetivo dos uniformes. Geralmente o fabricante precisa ficar com uniformes em estoque de vários tamanhos. Só que algumas peças sobram por muito tempo, ficam furadas… Isso é um custo enorme para o fabricante e acaba entrando no preço do uniforme. Nosso sistema ajuda a gerenciar melhor os estoques dos fabricantes e do cliente”, explica Luciana Fonseca, cofundadora do Styliff.

São vários os setores da economia com empresas que usam uniformes, dentre elas: varejistas, restaurantes, companhias aéreas, hospitais e clínicas, bancos, construtoras, fábricas, serviços públicos (policiais, militares, bombeiros etc). No Brasil, estima-se que 18 milhões de pessoas usam uniformes, o que equivale a 20% da classe trabalhadora. Por isso, a Styliff está trazendo a sua operação para o País e já negocia a adoção do aplicativo por uma grande rede varejista, uma cadeia de fast food e uma seguradora, revela Fonseca.

Saúde e seguro

A gestão das encomendas e estoques dos uniformes é apenas o primeiro passo no modelo de negócios da Styliff. O seguinte consiste em as empresas utilizarem as medidas dos uniformes para calcular o risco de saúde da sua força de trabalho. Os dados são tratados de maneira coletiva e anônima, sem revelar a identidade de nenhum empregado.

Servem apenas para estimar quanto a empresa provavelmente perderá com faltas de pessoas doentes no futuro, caso não tome providências para diminuir a obesidade em seu quadro de funcionários. Um eventual programa de bem-estar para estimular exercícios e alimentação saudável pode ser construído levando em conta o índice de obesidade em cada filial ou departamento da companhia.

Um terceiro passo será o compartilhamento desses dados com seguradoras ou resseguradoras, para um cálculo mais preciso do risco do seguro saúde. Por sinal, o Grupo de Resseguros da América (RGA) promoveu um concurso recentemente e escolheu a Styliff como a melhor start-up que poderia agregar mais valor e inteligência ao seu negócio. As duas empresas passarão a ser parceiras e a solução da Styliff será usada nos 26 mercados onde a RGA atua.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s