Brasileiros aumentam índice de cheques honrados em abril

Ao contrário do que se espera no mês da Páscoa, os consumidores brasileiros conseguiram acertar suas contas e aumentar o índice de pagamentos honrados em cheque. De acordo com os dados da pesquisa TeleCheque, serviço desenvolvido pela MultiCrédito, o índice geral de adimplência em cheque cresceu 1,31% em relação ao apurado em março.

Para atingir essa meta, os consumidores diminuíram o tíquete médio das compras realizadas, passando de R$ 1.181 em março para R$ 1.122 em abril. Vale destacar, também, que as mulheres seguem na liderança em relação aos homens, com o tíquete médio 5,5% menor do que o deles.

Centro-Oeste
Na Região Centro-Oeste, os consumidores de 21 a 40 anos foram os principais responsáveis por elevar o índice geral de cheques honrados, que cresceu 0,36%. Essa faixa etária reduziu os gastos em 2,1% e registrou aumento de, em média, 1,9% no índice de adimplência em relação ao resultado do mês passado.

Nordeste
O Nordeste registrou crescimento de 1,2% no índice de pagamentos honrados em cheque em abril. O valor médio utilizado para compras nesse segmento ficou em R$ 1.836 – ante R$ 1.912 no mês anterior.
Os homens foram os que mais se destacaram no período, com aumento de 1,4% e tíquete médio de R$ 1.847, valor 6,3% menor do que o registrado em março.

Norte
Já na Região Norte do País o volume de cheques honrados cresceu 1,7%, chegando a 97,42% em abril. Os homens foram os consumidores que mais colaboraram para essa mudança: mesmo com o tíquete médio elevado em relação ao do mês passado, conseguiram manter as contas em dia. A alta foi de 6,4% no índice de pagamentos honrados em cheque.

Sudeste
No Sudeste o número de cheques honrados cresceu 1,52% e atingiu 97,35% em abril. Parte desse resultado está atrelada à redução de gastos: as mulheres passaram a realizar compras com o valor médio de R$ 1.029 – ante R$ 1.204 em março. Já o valor médio em compras dos homens diminuiu 7,1%: passou de R$ 1.132 para R$ 1.051.

Sul
A região conta com o maior número de cheques honrados do País, e o indicador chegou a 98,17%, maior que a média nacional. As principais responsáveis por isso foram as mulheres, que mantiveram as contas em dia e elevaram o índice de pagamentos honrados em cheque em 1,2% em relação ao apurado em março.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s