Happy Code expande para Portugal e espera movimentar R$ 35 milhões até o final de 2017

Fundada em 2015, a Happy Code, escola de competências digitais que oferece cursos de programação, robótica, desenvolvimento de aplicativos e artes digitais para crianças e adolescentes de 5 a 17 anos, expande sua atuação para Portugal e espera movimentar R$ 35 milhões até o final de 2017. Além da chegada na Europa, a rede pretende superar a marca de cem escolas e gerar mais de 500 empregos diretos ainda esse ano.

Atualmente, a escola está presente em cinco regiões brasileiras e possui ampla cobertura nas maiores cidades do país – como São Paulo (Capital e interior), Rio de Janeiro e Brasília. Após o sucesso da primeira unidade a startup inaugura, esse mês, outras duas franquias em Portugal, localizadas em Benfica e Braga. Além disso, há negociações em andamento com diversos empreendedores interessados em adquirir a franquia em outros países, tais como Espanha, França, Canadá, Suíça, EUA, Colômbia, Costa Rica e Caribe.

“Nossa preocupação, além do ensino das competências digitais, é de atuarmos como facilitadores para o desenvolvimento de uma geração que já está mudando os hábitos de comportamento e consumo da sociedade em que vivemos. Estimulamos a utilização da tecnologia como ferramenta na construção de um mundo melhor e nos orgulhamos de, apesar do pouco tempo de vida, já termos nos tornado a maior rede de ensino de tecnologia e inovação do Brasil. O próximo passo é expandir nossa didática de ensino também para outros países ” comenta Rodrigo Santos, fundador da Happy Code.

Por meio do método STEAM – que integra Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática, e do uso dos robôs Dash & Dot, que estimulam a curiosidade e a confiança para os aprendizes, a Happy Code oferece uma variada grade de cursos regulares – com carga horária de 27 horas, envolvendo o ensino de programação, desenvolvimento de games, aplicativos, robótica, modelagem e animação em 3D. Todos os cursos foram desenvolvidos para apresentar o mundo da criação de tecnologia de maneira simples, colaborativa e engajadora. Educação digital, desenvolvimento das habilidades cognitivas-comportamentais e competências técnicas essenciais para o futuro são alguns dos principais benefícios do método utilizado.

A rede que, desde 2016, já movimentou R$ 20 milhões prevê mais novidades para o segundo semestre desse ano. “Apesar de termos surgido em meio a mais grave crise econômica de toda a história do país, conseguimos prosperar e temos mantido um crescimento veloz, mas com fundamentos bastante consistentes. Possuímos um time altamente qualificado que nos permite inovar continuamente e esse é apenas o início da nossa trajetória”, aposta Santos.

Sobre

Fundada em 2015, a Happy Code é uma escola de competências digitais, que destaca-se por aplicar a metodologia STEAM, que integra Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática e o uso exclusivo dos robôs Dash & Dot. Com uma variada grade curricular, a startup também oferece programas pioneiros como o Curso de Youtubers e Robótica com Drones. Atualmente, a empresa possui 3.500 alunos e 31 unidades em operação, 35 em fase de implantação, com 3 unidades inauguradas até o final de maio em Portugal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s