SRM traça estratégias para crescer 25% até o final de 2017

Completando 12 anos de operações no mercado financeiro neste ano, a SRM, multinacional brasileira gestora e administradora de fundos de investimentos, inaugura uma nova área de atividade: a Diretoria de Captação, um setor focado em atrair novos clientes e oferecer assessoria especializada a investidores que buscam aproveitar o momento propício da economia nacional – fatores recentes como a retomada do crédito e os cortes na taxa de juros tendem a gerar melhor rentabilidade para determinados produtos, como os Fundos de Investimento de Direitos Creditórios (FIDCs), modalidade na qual a companhia é pioneira no Brasil.

Com a iniciativa, a SRM planeja crescer 25% em ativos para atingir, em 2017, a marca de R$ 1 bilhão sob sua gestão e dar prosseguimento à expansão de negócios em execução nos últimos anos. Após a recente abertura de um escritório em Cuiabá (MT), no mês de janeiro, já totaliza 20 sedes espalhadas por dez estados brasileiros, além de filiais em Lima (Peru) e Santiago (Chile), e mais de 15.000 clientes cadastrados, sendo 2.500 ativos e 750 com operações mensais. A busca por novas regiões para atuação está acompanhada pela ampliação das operações: em 2016, a SRM cresceu 15% em número de ativos, com R$ 750 milhões sob sua gestão, e 50% no volume operado, com R$ 5,5 bilhões para operações de crédito.

“Esses números expressivos evidenciam a estratégia correta no nosso plano de negócios. Buscamos investir em locais de economia estável e mercado consolidado e, no Brasil, acreditamos na retomada econômica alavancada por setores-chave, como a indústria. Além disso, estamos atentos às oportunidades geradas pelo crescimento da América Latina, com forte presença no Peru e no Chile, contudo objetivando outros mercados, como Colômbia e Argentina”, comenta Gerson Mineo Sakaguti, executivo responsável pela nova Diretoria de Captação.

Gerson Mineo Sakaguti afirma que a empresa alia valores como credibilidade e tradição, ao mesmo tempo em que busca atender os clientes com agilidade e sem burocracia. “A nova área torna a SRM ainda mais dinâmica. Temos o objetivo de verticalizar nossa estrutura, aproximando a equipe responsável pela parte operacional diretamente com consultores, clientes institucionais e pessoas físicas interessadas em investir”, explica. “Podemos prestar esse serviço graças ao nosso know how, uma vez que introduzimos os primeiros FIDCs do Brasil, além da recente autorização para a distribuição dos fundos dos quais somos gestores, contando com produtos premiados, como o fundo Exodus, que foi considerado a melhor opção de sua categoria pelo levantamento de uma importante revista especializada”, enfatiza.

O Exodus I é um pioneiro fundo multicedente e multissacado no Brasil, sendo referência na área de FIDCs. Segundo Gerson Mineo Sakaguti, o mercado ainda carece de aconselhamento para investimento de pessoas físicas e clientes institucionais. “A SRM amplia seus negócios para ocupar esse espaço e acredita que a orientação na diversificação de serviços seja um diferencial importante. Queremos que nossa competência na área esteja, cada vez mais, ao alcance de um número maior de clientes”, finaliza o Diretor de Captação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s