Panalpina Brasil renova contrato com a Embraer

Nos últimos anos, as operações de frete aéreo vêm ganhando ainda mais destaque nos negócios do Grupo Panalpina, apresentando crescimento nos volumes transportados por este modal. Em 2016, por exemplo, os resultados globais da companhia registraram aumento de 10% no total movimentado via aérea, em um comparativo com 2015. A companhia transportou 921.400 toneladas de carga aérea no ano passado, quando em 2015 movimentou 836.200 toneladas.

De acordo com o diretor de frete aéreo da Panalpina Brasil, René Genofre, as importações por este modal foram determinantes para essa evolução. “Para 2017, nosso objetivo é continuarcrescendo nos volumes de cargas transportadas via aérea, principalmente no que refere às importações. Para isso, seguiremos investindo em nossas soluções, elaboradas especialmente para atender as necessidades desse mercado”, afirma.

Um exemplo de processos bem sucedidos são as operações logísticas da Panalpina Brasil com a Embraer, uma das maiores companhias de aviação do mundo. Após cinco anos de parceria, a operadora logística renovou, este ano, o contrato com a fabricante e garantiu a coordenação das importações de peças e partes dos aviões da montadora, provenientes da Europa, África e Ásia (incluindo o Oriente Médio), para o Brasil até 2019.

Segundo o gerente de contas da Panalpina Brasil, Danilo Kabakura, responsável pelos procedimentos com a Embraer, “o aumento na abrangência do escopo de serviços deve-se aos bons resultados conquistados ao longo da parceria, iniciada em 2012”.

Kabakura reforça que a qualidade dos serviços prestados, a excelência do atendimento, o comprometimento com o cliente e a competitividade das ofertas e tarifas da Panalpina Brasil frente ao mercado foram essenciais para a Embraer optar por continuar trabalhando com a empresa até 2019. “A Embraer preza e valoriza suas parcerias. Para ela, desenvolver e investir em seus fornecedores são pilares fundamentais, até porque eles a representam no mercado”, acrescenta.

O gerente de contas complementa que “mesmo com a gestão local em cada uma das unidades da Panalpina envolvidas, as decisões e planejamentos estratégicos continuarão sendo feitos pela Panalpina Brasil”.

Além das importações, a Panalpina Brasil também atende a outras demandas da Embraer, como o pick-up rodoviário de suas cargas junto aos fornecedores. “Também somos os responsáveis pelo armazenamento e pela gestão do frete internacionaldas mercadorias da companhia. As armazenagens tradicionais são feitas somente nas origens primárias das cargas, em nossos armazéns de Frankfurt, Hamburgo, Lisboa, Londres e Paris”, completa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s