TOTVS cresce 8% em receita recorrente no 1T17

São Paulo – A TOTVS S.A, líder no desenvolvimento de soluções de negócio no Brasil, anuncia hoje os resultados do primeiro trimestre de 2017 (1T17). A receita recorrente da companhia registrou aumento de 8% na comparação com 1T16 e totalizou R$ 361 milhões. A evolução da receita recorrente impulsionou também o crescimento da receita líquida em 1,6%, em relação ao mesmo período de 2016, que totalizou R$ 560 milhões nos três primeiros meses de 2017.

Pelo terceiro trimestre consecutivo, a receita de software cresceu sobre o trimestre anterior, totalizando R$ 374 milhões, 5,9% sobre o 4T16 e 5,3% acima do 1T16, impulsionada pelo crescimento de 31,3% de subscrição, que totalizou R$ 68 milhões. Esse aumento resultou principalmente da maior receita de vendas a novos clientes de médio e pequeno portes.

“Esses resultados mostram que a transição para o modelo de subscrição já passou o ponto de inflexão e estabeleceu uma tendência de elevação da receita de software”, destaca Gilsomar Maia, CFO e diretor de Relações com Investidores.

Outro ponto que contribuiu para o crescimento da receita de software foi a expansão também nas vendas de licença no modelo corporativo, em que o cliente tem acesso irrestrito aos sistemas da TOTVS e paga um incremento de licença no início de cada ano com base em seu crescimento real do período anterior. Nessa modalidade, o salto foi de 29,5%, em um total de R$ 14 milhões, retratando o maior ritmo de crescimento dos clientes sob esta modalidade no ano de 2016, sobretudo nos segmentos de Agroindústria, Manufatura e Saúde.

A receita de hardware cresceu 2,8% em relação ao 1T16 e totalizou mais de R$ 57 milhões no 1T17. A alta foi incentivada principalmente pelas vendas de soluções de automação, com destaque para o Bemacash que combina software de gestão TOTVS para microempresas (linha Fly01), contratado no modelo de subscrição, com as soluções de hardware de automação e fiscais da Bematech. Nesse primeiro trimestre do ano foram vendidas 1.073 unidades de Bemacash.

O EBITDA ajustado do 1T17 totalizou R$90 milhões, 48,4% superior ao do 4T16, e a margem EBITDA ajustada foi de 16,1%, crescimento de 510 pontos base. Essa evolução trimestre contra trimestre reflete a ampliação das receitas de software e hardware e a redução das despesas gerais e administrativas.

“Tivemos um início de ano positivo e, assim como ocorreu com a receita, estamos determinados a estabelecer uma tendência de crescimento sustentável para a lucratividade da companhia, e o aumento do EBITDA sobre o 4T16 deve ser entendido como um sinal da nossa determinação”, reforça o CFO.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s