Chocolate do Equador atrai empresas brasileiras

Cerca de 70% do chocolate consumido no mundo provém do Equador. O país tornou-se referência pela alta qualidade – está entre os melhores do mundo – e cresce no abastecimento para o segmento gourmet e na produção de chocolate.

Atualmente, o Equador exporta em torno de 260 mil toneladas de cacau e nos próximos três anos este volume deve chegar a 400 mil toneladas ao ano. Para se ter idéia da importância dos negócios gerados com o cacau equatoriano, em 2016 o volume de exportação de cacau chegou a US$ 8.550.000 milhões. Para 2017 a expectativa que este montante chegue a US$ 10.000.000 milhões. Em ascensão, o segmento de chocolate orgânico deve atingir nos próximos anos uma cifra superior a US$ 1 bilhão em 2022.

“Atraídas pelo crescimento do mercado de chocolates, no Brasil empresas como a paulista Bricake Chocolates e a sofisticada Casa Santa Luzia já aderiram ao chocolate do Equador”, conta afirma Alexis Villamar, diretor do ProEcuador Brasil, escritório comercial do Equador no Brasil, instituto responsável pela promoção das exportações e investimentos no pais.

O mercado brasileiro é bastante atrativo para a comercialização de produtos diferenciados como a linha gourmet e de chocolates produzidos no Equador, um país com condições naturais de clima, solos e luminosidade que dão ao cacau sabor e aroma particularmente valorizados. As principais variedades são o cacau Sabor Arriba (ou Nacional) e o trinitário.

Há mais de 100 anos o Equador desenvolve a cultura de produção do cacau. Os habitantes da costa do país – em cidades como Los Rios, Babahoyo, Guayas- Quevedo, mantinham plantações de cacau e já faziam chocolate artesanal. O processo manual incluía etapas como: secar o cacau ao sol, tostar e depois passar a pasta num moinho de mão. Foi assim que o processo ficou conhecido como “chocolate de mão”.

Um estudo da Market Research Future (MRFR), uma das maiores empresas mundiais em serviços de inteligência e pesquisa de mercado, revelou uma análise sobre os padrões globais de consumo de chocolate. Entre as dez maiores produtoras de chocolate orgânico no mundo está a equatoriana Pacari. A empresa é exportadora para todo o mundo e recentemente fechou contrato com a companhia aérea Emirates para distribuir barras de chocolate nos vôos internacionais.

Empresas equatorianas como Caoni e Hoja Verde, que fabricam produtos de chocolate com cacau acima de 70%, também tem interesse de ingressar ao Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s