O que observar na hora de escolher um sócio para seu negócio

Quem já tem um negócio próprio ou está pensando em criar um empreendimento sabe como a parceria com um sócio pode ser importante para o desenvolvimento e sucesso da empresa. Mas escolher uma pessoa para firmar esse laço nem sempre é fácil, e fazer a opção errada pode ser desastroso para o futuro de todo o projeto.

O empresário Tibério César Valcanaia tem uma sociedade de sucesso já cerca de 10 anos com Reinaldo Oliveira. Eles são sócios na Inventti, de Blumenau (SC), uma empresa especialista em soluções de tecnologia para documentos fiscais eletrônicos, com 20 mil clientes no Brasil. Ano passado a empresa cresceu cerca de 30% no faturamento e para este ano a meta também é de um aumento de 30%.

Com base em sua experiência positiva, Valcanaia aponta alguns fatores fundamentais que precisam ficar no topo da lista na hora de escolher um sócio para o seu negócio.

Confiança e valores

É preciso avaliar se a pessoa é mesmo honesta e se você tem confiança nela. Tibério e Reinaldo já tinham essa confiança um no outro, pois se conheciam há mais de duas décadas e atuaram em conjunto no passado em outros momentos da carreira. Além disso, é importante que os dois compartilhem os mesmos valores. “Isso não quer dizer que os dois precisam pensar igual em tudo, mas é preciso saber onde querem chegar e estarem dispostos a dividir os desafios que os caminhos do empreendedorismo vão apresentar, e que não são poucos!”, diz Valcanaia.

Boa convivência

Com a grande carga de trabalho que todos têm hoje em dia, principalmente quando se é o dono do negócio, é bem provável que a pessoa passe mais tempo com seu sócio do que com os próprios familiares. Então, fique atento para ver se a convivência é fácil e tranquila. Observe se passar o dia com a pessoa é agradável ou se é preciso lidar com variações de humor constantes e outras características de comportamento que vão minando a relação profissional e pessoal.

Abertura ao diálogo

Também é fundamental buscar uma pessoa com quem se possa debater sobre todas as questões da empresa. Deve ser alguém com quem você não fique intimidado na hora de argumentar, que saiba ouvir seu ponto de vista e, da mesma maneira, expressar seu próprio pensamento. Afinal, o diálogo entre os envolvidos é essencial para resolver desde pequenos problemas do dia a dia até para planejamentos mais robustos para a empresa.

Experiências complementares

Ter experiências complementares também pode ser muito produtivo para o negócio. “É importante que os dois tenham papéis distintos, justamente para evitar que uma área da empresa esteja forte e outra fraca”, afirma Tibério César Valcanaia. Por exemplo, se os dois sócios são mais voltados para a área comercial, isso pode fazer com que a área financeira ou de produtos não ande tão bem. “Para uma empresa saudável é importante um sincronismo entre as várias áreas e é salutar distribuir esta carga”, finaliza o sócio da Inventti.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s