Empresas levam até um ano para contratar profissionais altamente qualificados

São Paulo – Mesmo com pouco mais de 12 milhões de desempregados no país, algumas empresas levam até um ano tentando contratar um bom profissional para áreas específicas. Esse é um cenário bastante comum para cargos técnicos e estratégicos como alta gerência e direção, afirma Renata Motone, coordenadora de RH da Luandre, consultoria de RH que oferece seus serviços a 200 das 500 maiores empresas do Brasil.

“Percebo que devido ao momento em que o país está passando, as empresas estão sendo mais criteriosas e exigentes na busca por novos profissionais, já que existe grande oferta no mercado. No entanto, quando chegamos nesse perfil profissional definido pela empresa, para realizar a contratação, a mesma deve oferecer salários ou condições atraentes com base no que o mercado de trabalho oferece”, diz Renata.

Segundo a especialista, profissionais altamente qualificados tendem a buscar empresas que entregarão mais que bons salários e benefícios. “É muito difícil tirar bons profissionais empregados de suas empresas. Em uma época de crise muitas pessoas preferem ficar em ambientes que já conhecem e sabem que se tratam de empresas sólidas e com boas políticas, que entregam mais que salário, mas também qualidade de vida e retorno para a sociedade”.

Abaixo, Renata Motone responde algumas questões sobre o tema:

1) Em quais áreas existe mais dificuldade para encontrar profissionais altamente qualificados?

Historicamente, existe escassez em todas as áreas técnicas, de automação, edificações, eletrônica e alimentos e bebidas. Além disso, atualmente, temos grande procura por profissionais preparados e com algum diferencial nas áreas de TI, engenharia, finanças e contabilidade.

2) E quais são esses diferenciais?

Os candidatos que possuem mais de dois idiomas fluentes, como inglês e espanhol, por exemplo, têm um diferencial no mercado. Vivência internacional também conta pontos, já que provavelmente este profissional terá capacidade maior de adequação a diferentes culturas e formas de trabalhar. O fato de ter participado ou desenvolvido grandes projetos também chama a atenção dos selecionadores. Além disso, ter um diploma não é o suficiente. A formação em universidades renomadas tem bastante peso na hora da contratação. O trabalho social ou voluntário também é bem visto por algumas empresas que recrutam esse perfil profissional. Por fim, estabilidade emocional, excelente comunicação e grande poder de persuasão contam muito.

3) Por que mesmo com tanta gente no mercado está difícil contratar esses profissionais?

Hoje, o mercado está cada vez mais exigente, mesmo com um número maior de bons profissionais disponíveis ainda é difícil contratar em algumas áreas. Geralmente esses profissionais estão nas área técnicas. Faltam profissionais qualificados e quando o cliente solicita um idioma, as dificuldades triplicam porque os candidatos dizem que têm o idioma fluente, mas quando precisam conversar, não conseguem se comunicar apropriadamente.

Em casos assim, a consultoria de RH é um grande diferencial para auxiliar a encontrar e selecionar esses profissionais.

4) Quanto tempo, em média, uma vaga nesta área demora para ser preenchida?

Dependendo dos requisitos, o processo seletivo pode levar em torno de 8 meses para ser fechado. Vale lembrar que são muitas etapas. Primeiro a seleção pela empresa de recrutamento e seleção e depois as entrevistas com a contratante, que muitas vezes pode ter várias fases, inclusive com entrevistas em diferentes áreas dentro da empresa. Não é incomum que um gerente jurídico, por exemplo, seja entrevistado pelo pessoal de vendas e marketing e só depois pela área fim. Uma posição de diretoria pode levar até um ano.

5) Qual é o salário médio dessas vagas?

Vai depender do porte e do segmento da empresa. As vagas de média e alta gerência giram em torno de 20 a 40 mil mensais.

6) O que as empresas devem fazer para se tornarem mais atrativas?

A primeira coisa que um profissional de RH deve fazer é se perguntar o quanto a sua empresa se diferencia da sua principal concorrente. Por que o melhor profissional do mercado vai trabalhar para você e não para a outra? Os bons profissionais pensam a longo prazo. Eles não deixarão um bom emprego por 10% a mais do salário pura e simplesmente. Eles querem saber onde a empresa os levará, onde poderão chegar profissionalmente. Isso sem falar, claro, de qualidade de vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s