Lojas Viggo cresce e expande para todo o Brasil

O varejo, como um todo, apresentou queda ou estagnação em 2016, reflexo da crise mundial e da crise política nacional brasileira, impactando diretamente o consumo. Mas, apesar do cenário desfavorável, algumas empresas conseguiram driblar a onda negativa, como é o caso das Lojas Viggo, rede de calçados e acessórios para o público masculino, que ampliou o faturamento em 4% no comparativo com 2015, mesmo diante da retração do setor calçadista, com queda de 16,5% no número de pares vendidos e de 15,4% na receita – de janeiro a outubro de 2016, comparado com o mesmo período anterior (fonte: Kantar Worldpanel, encomendadas pela Associação Brasileira de Lojistas de Artefatos e Calçados – Abicalçados).

“É um resultado tímido, mas otimista frente o restante do mercado e acreditamos que as ações de revisão da gestão e dos rumos do negócio, realizadas em 2010, foram fundamentais para nos tornarmos sólidos e produtivos na atual conjuntura”, analisa o diretor de marketing e expansão das Lojas Viggo, Diogo Oliveira.

De 2015 para cá, entretanto, outras medidas foram colocadas em prática, contribuindo também para o balanço positivo. “Procuramos treinar constantemente nossa equipe e oferecer, continuamente, novidades no ponto de venda, não só em calçados, mas ampliando a oferta dos acessórios, sem deixar de lado as estratégias de marketing e comercial, dando vez a novas promoções”, explica Oliveira.

Com esses ajustes, a rede conseguiu aumentar o tíquete médio, de R$ 203, em 2015, para R$ 207,00 – 170% acima da média nacional investida pela maioria dos brasileiros, de R$ 75,59”, revela Oliveira.

Em faturamento, os calçados da Viggo responderam, em 2016, por 86,5%, enquanto os acessórios representaram 13,5% das vendas – uma ligeira mudança frente a 2015, quando o consumo de calçado respondeu por 88% do faturamento e os acessórios, 12%, mas que se não houve a oferta de novos itens em acessórios, deixaria o resultado de vendas mais tímido.

Outra mudança percebida se deu no comportamento do consumidor. “Notamos que, em outros anos, os consumidores diversificavam os dias de compras ao longo do mês, mas, em 2016, a ida ao ponto de venda se concentrou muito nos últimos quatro dias. Acreditamos que isso é reflexo da maior cautela do consumidor, que se concentrou em pagar suas contas e, com a ‘sobra’ do salário, passou a realizar aos considerados mais supérfluos ao fim dos ciclos mensais”, analisa Diogo Oliveira. “Com isso identificado, agimos com descontos pontuais e boa sinalização dos produtos na vitrine, atraindo o consumidor para dentro da loja e aumentando a movimentação no ponto de venda”, pontua o executivo.

A rede, que opta por incluir, quinzenalmente, novos produtos no mix, fugindo aos tradicionais lançamentos de coleções sazonais, também realizou treinamentos constantes com a equipe de vendas e investimento em mídias sociais, para se aproximar do consumidor e buscar, diariamente, oferecer a melhor experiência de compra em suas seis unidades.

Planos seguros – Para o futuro, a rede, iniciada em 2005, mas com 70 anos de histórico familiar no varejo, oriunda de Natal (RN), está com planos agressivos de expansão para este ano: o objetivo é abrir, pelo menos, 20 franquias, até 2020 (totalizando 26) e, para isso, a franqueadora conta com o apoio da consultoria especializada em varejo e franquias, ba}STOCKLER. “Estamos buscando um crescimento em bases sólidas para todo o País. Para isso, buscamos candidatos à franquia em consonância à nossa cultura e posicionamento de marca”, afirma Oliveira.

Responsável pela finalização da formatação da rede, a consultoria mapeou as cidades-alvo, definiu o perfil do candidato à franquia e criou os parâmetros do modelo de negócio para, agora, acelerar o projeto. “Queremos atrair potenciais empreendedores, com veia varejista, para levar os produtos Viggo, que são exclusivos, a diferentes regiões do Brasil, em especial, às cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Salvador”, detalha Guilherme Siriani, sócio-diretor da ba}STOCKLER.

Com peças inovadoras e exclusivas visando atender os mais variados estilos e gostos, seguindo as tendências mundiais da moda, a Viggo propõe-se a não só ofertar um modelo de negócio consolidado e testado, mas atuar com qualidade, estilo e atitude, dentro de um mercado ainda pouco explorado: calçados e acessórios masculinos, com soluções que agradam desde o público jovem até os clássicos. Atualmente, a rede comercializa cerca de 50 mil pares/ano, a uma base cadastrada de 30 mil clientes, através das oito linhas de produtos: casual, sider, mocassins (carro-chefe), social, sandália, acessórios, sapatênis e botas.

Oriunda de Natal, a VIGGO é uma rede varejista especializada em oferecer calçados e acessórios para o público masculino, visando atender os mais variados estilos e seguindo as tendências mundiais da moda, com soluções exclusivas, que agradam desde o público jovem até os clássicos.

Fundada pelos irmãos Diogo, Thiago e Pablo Oliveira, a rede, que iniciou as atividades em 2005 e já possui seis unidades próprias espalhadas pelos estados de Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba e, está, agora em plena ascensão, através do modelo franchising.  Mais informações: http://www.lojasviggo.com.br.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s